SONY CY­BER-SHOT RX100 V

PC Guia - - LAB -

Já o dis­se no pas­sa­do e con­ti­nuo a afir­mar: a Sony RX100 é, co­mo um to­do, a me­lhor câ­ma­ra com­pac­ta do mer­ca­do, em­bo­ra ain­da exis­ta es­pa­ço pa­ra me­lho­ri­as. Fa­ce à RX100 IV, a no­va RX100 V des­ta­ca-se por ter o pri­mei­ro sen­sor de uma po­le­ga­da com sis­te­ma de fo­ca­gem au­to­má­ti­ca no sen­sor por de­tec­ção de fa­ses, com um to­tal de 315 pon­tos de fo­ca­gem. Es­ta so­lu­ção tor­na-a a má­qui­na com­pac­ta mais rá­pi­da e efi­caz do mer­ca­do. E já que fa­lo em ve­lo­ci­da­de, re­lem­bro que es­te sen­sor é ca­paz de cap­tar, em mo­do con­tí­nuo, de ima­gens em re­so­lu­ção to­tal (20 MP) até um má­xi­mo de 24 fps, tan­to em JPEG co­mo em RAW, e com fo­ca­gem e ex­po­si­ção au­to­má­ti­ca. Pa­ra tal, fo­ram fun­da­men­tais, não só to­das as me­lho­ri­as in­tro­du­zi­das no no­vo sen­sor, co­mo no pró­prio pro­ces­sa­dor de imagem BIONZ X, sen­do es­te úl­ti­mo o prin­ci­pal res­pon­sá­vel pelo ex­ce­len­te de­sem­pe­nho em ter­mos de ví­deo, com o su­por­te pa­ra gra­va­ção em re­so­lu­ção 4K a 30 fps ou 1080p a 120 fps. Ex­ter­na­men­te, con­ti­nua pre­sen­te um cor­po ver­da­dei­ra­men­te com­pac­to, com pra­ti­ca­men­te o mesmo de­se­nho e di­men­sões das su­as an­te­ces­so­ras, es­tan­do pre­sen­te a ex­ce­len­te ob­jec­ti­va de 24-70 mm (equi­va­len­te) Zeiss com aber­tu­ra f/1.8 a 2.8, vi­sor de três po­le­ga­das bas­cu­lan­te e vi­sor elec­tró­ni­co em­bu­ti­do de 2,36 mi­lhões de pon­tos. A ba­te­ria, a mes­ma das su­as an­te­ces­so­ras, aca­ba por so­frer com o con­su­mo ener­gé­ti­co do no­vo sen­sor, sen­do es­ta bas­tan­te li­mi­ta­da, es­pe­ci­al­men­te se de­se­jar gravar ví­deo em 4K: ape­nas con­se­gui­mos gravar cin­co vídeos de cin­co mi­nu­tos (li­mi­ta­ção da má­qui­na, pa­ra evi­tar so­bre­a­que­ci­men­to) sem pre­ci­sar de tro­car ou car­re­gar a ba­te­ria. On­de a no­va RX100 V falha é na ine­xis­tên­cia de um ecrã tác­til, que per­mi­ta ti­rar par­ti­do dos 315 pon­tos de fo­ca­gem do no­vo sen­sor, bem co­mo na fal­ta de co­man­dos adi­ci­o­nais que per­mi­tam re­gu­lar, de for­ma ime­di­a­ta, pa­râ­me­tros fun­da­men­tais, co­mo a ex­po­si­ção, co­mo acon­te­ce nas su­as ri­vais mais di­rec­tas (Canon G7X Mark II e Panasonic Lumix LX15). Con­tu­do, is­to não é o su­fi­ci­en­te pa­ra que es­ta Sony per­ca o es­ta­tu­to que man­tém des­de a pri­mei­ra ge­ra­ção. G.D.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.