TE­MA DE CA­PA

PC Guia - - ÍNDICE - POR GUS­TA­VO DI­AS E PE­DRO TRÓIA

Se es­tá far­to de es­pe­rar que o seu PC li­gue, que le­ve uma eter­ni­da­de a abrir apli­ca­ções ou car­re­gue um jo­go, tal­vez es­te­ja na al­tu­ra de o ac­tu­a­li­zar: va­mos-lhe en­si­nar os me­lho­res tru­ques.

Se es­tá far­to de es­pe­rar que o seu PC li­gue, que le­ve uma eter­ni­da­de a abrir apli­ca­ções ou car­re­gue um jo­go, tal­vez es­te­ja na al­tu­ra de o ac­tu­a­li­zar. Va­mos-lhe en­si­nar os me­lho­res tru­ques, tan­to em ter­mos de tro­ca de com­po­nen­tes, co­mo de op­ti­mi­za­ção de soft­ware, pa­ra au­men­tar sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te o de­sem­pe­nho do com­pu­ta­dor. Co­mo tal, de­ci­di­mos re­par­tir es­te te­ma em dois gran­des gru­pos: Hardwa­re e Soft­ware. De­pois, den­tro dos mes­mos, di­vi­di­mo-los ten­do em con­ta o im­pac­to que a ac­tu­a­li­za­ção de cada com­po­nen­te po­de­rá ter no com­pu­ta­dor.

HARDWA­RE

No cam­po do hardwa­re, a sim­ples tro­ca de um só com­po­nen­te po­de­rá per­mi­tir que o seu com­pu­ta­dor pas­se de uma Fa­mel Zun­dapp (aten­ção que te­mos o mai­or res­pei­to e ca­ri­nho por es­ta mí­ti­ca mo­to­ri­za­da) pa­ra uma BMW S 1000 RR. Se a is­to jun­tar­mos a pos­si­bi­li­da­de de po­der­mos al­te­rar mais que um com­po­nen­te, é pos­sí­vel afir­mar que o seu com­pu­ta­dor tem tu­do pa­ra po­der vol­tar aos tem­pos áu­re­os em que foi ad­qui­ri­do, ou até mesmo ao de­sem­pe­nho que o mesmo nun­ca te­ve, nem al­gu­ma vez es­pe­rou ser pos­sí­vel. Po­rém, o se­gre­do da ac­tu­a­li­za­ção de com­po­nen­tes num com­pu­ta­dor es­tá em iden­ti­fi­car se a mes­ma é pos­sí­vel fa­zer (com­pu­ta­do­res do ti­po all-in-one ten­dem a usar chas­sis fe­cha­dos e com­po­nen­tes de por­tá­teis) e se os up­gra­des pos­sí­veis jus­ti­fi­cam o cus­to ten­do em con­ta as me­lho­ri­as pos­sí­veis de ob­ter.

SOFT­WARE

Den­tro do soft­ware, exis­tem várias si­tu­a­ções que po­de­rá adop­tar pa­ra me­lho­rar sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te o de­sem­pe­nho do com­pu­ta­dor. Uma das prin­ci­pais é ga­ran­tir que o sis­te­ma ope­ra­ti­vo e os con­tro­la­do­res do hardwa­re es­tão de­vi­da­men­te ac­tu­a­li­za­dos, o que vai re­sol­ver pro­ble­mas, não só a ní­vel de de­sem­pe­nho, co­mo de se­gu­ran­ça. Ou­tra coi­sa que de­ve fa­zer é de­sins­ta­lar soft­ware que, além de lhe es­tar a en­cher o dis­co, ocu­pa re­cur­sos do sis­te­ma ope­ra­ti­vo (bem co­mo o seu re­gis­to).

VALERÁ A PE­NA?

An­tes de ini­ci­ar o processo de ac­tu­a­li­za­ção do com­pu­ta­dor, te­nha sem­pre em men­te que, ao tro­car o com­po­nen­te mais li­mi­ta­ti­vo do seu PC por uma so­lu­ção mais re­cen­te e mais rá­pi­da, po­de ha­ver ou­tros ele­men­tos que po­dem não fun­ci­o­nar com a sua no­va con­fi­gu­ra­ção. Ima­gi­ne es­te exemplo: te­mos um com­pu­ta­dor equi­pa­do com um pro­ces­sa­dor In­tel Co­re 2 Duo; se adi­ci­o­nar­mos me­mó­ria RAM (do ti­po DDR2), um dis­co SSD e uma pla­ca gráfica no­va, ape­sar de me­lho­rar o de­sem­pe­nho, o PC vai fi­car sem­pre li­mi­ta­do pe­la ve­lo­ci­da­de do pro­ces­sa­dor e das ca­pa­ci­da­des da mother­bo­ard. Nes­te ca­so em con­cre­to, em vez de es­tar a ad­qui­rir com­po­nen­tes que sejam com­pa­tí­veis e es­te­jam ao ní­vel do hardwa­re exis­ten­te, jus­ti­fi­ca-se a aqui­si­ção de um com­pu­ta­dor com­ple­to, que po­de­rá não ser tão ca­ro qu­an­to jul­ga. Um mó­du­lo de 2 GB do ti­po DDR2 a 800 MHz cus­ta tan­to co­mo um con­jun­to de dois mó­du­los de 4 GB cada (to­tal de 8 GB), do ti­po DDR4 a 2400 MHz. Nes­te ca­so com­pen­sa ad­qui­rir uma no­va mother­bo­ard, pro­ces­sa­dor e me­mó­ri­as.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.