NO REI­NO DAS SOLID STATE DRIVES

De na­da ser­ve ter um computador rá­pi­do e de­pois guar­dar­mos to­dos os nos­sos da­dos num dis­co rí­gi­do an­ti­go. Es­co­lha com cui­da­do a sua no­va so­lu­ção de ar­ma­ze­na­men­to.

PC Guia - - CAPA -

Du­ran­te mui­tos anos, os dis­cos rí­gi­dos fo­ram as úni­cas so­lu­ções para um ar­ma­ze­na­men­to ca­paz de da­dos, sen­do su­fi­ci­en­te­men­te ro­bus­tos e du­ra­dou­ros. Con­tu­do, eram re­la­ti­va­men­te len­tos, tan­to no aces­so aos da­dos, co­mo nas ve­lo­ci­da­des de lei­tu­ra e es­cri­ta. Com a che­ga­da dos SSD (solid state dri­ve), a si­tu­a­ção mu­dou ra­di­cal­men­te. Es­tas uni­da­des ga­ran­tem um desempenho sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te su­pe­ri­or nes­tes pon­tos, ao qu­al acres­ce o fac­to da ine­xis­tên­cia de qual­quer ti­po de me­ca­nis­mo, ca­rac­te­rís­ti­ca es­ta que os tor­nar imu­nes a que­das e vi­bra­ções. Os SSD, po­rém, con­ti­nu­am a ter um gran­de con­tra: o ele­va­do cus­to. Por is­so, tor­na-se fun­da­men­tal es­co­lher um mo­de­lo que ga­ran­ta uma ca­pa­ci­da­de su­fi­ci­en­te para o sis­te­ma ope­ra­ti­vo e para as prin­ci­pais apli­ca­ções (e jo­gos, ob­vi­a­men­te), de for­ma a que es­tas fun­ci­o­nem de for­ma su­fi­ci­en­te­men­te mais rá­pi­da, fa­ce a um dis­co rí­gi­do tra­di­ci­o­nal. Se, ain­da as­sim, não pres­cin­de de es­pa­ço para gu­ar­dar to­da sua co­lec­ção de fo­to­gra­fi­as, ví­de­os, ou qual­quer outra coi­sa, o ide­al se­rá op­tar por um sis­te­ma com­bi­na­do: ou se­ja, um SSD para o sis­te­ma ope­ra­ti­vo e para as prin­ci­pais apli­ca­ções e um dis­co rí­gi­do de 1 TB para tu­do o res­to. Es­tes com­po­nen­tes já po­dem ser en­con­tra­dos a pre­ços ape­te­cí­veis, abai­xo dos 55 eu­ros.

FORMATO

Ca­so op­te pe­la ins­ta­la­ção de um SSD (a es­co­lha ide­al), con­vém de­ter­mi­nar qu­al o formato es­co­lhi­do: o tra­di­ci­o­nal SSD de 2,5 po­le­ga­das (pa­re­ci­do com um dis­co rí­gi­do de por­tá­til) ou o ca­da vez mais usa­do formato M.2. Es­te úl­ti­mo as­se­me­lha-se a um mó­du­lo de me­mó­ria RAM, em­bo­ra os con­tac­tos es­te­jam ape­nas dis­po­ní­veis nu­ma das fa­ces la­te­rais, sen­do es­tas en­cai­xa­das na li­ga­ção M.2 exis­ten­te nas mother­bo­ards mais re­cen­tes. Es­ta so­lu­ção tem a van­ta­gem de usar uma li­ga­ção PCI-Ex­press di­rec­ta­men­te ao processado­r, ga­ran­tin­do as­sim uma lar­gu­ra de ban­da que po­de che­gar aos 32 Gb/s, um va­lor sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te su­pe­ri­or aos má­xi­mos 6 da in­ter­fa­ce SATA III.

INS­TA­LA­ÇÃO

A ins­ta­la­ção de um SSD de formato de 2,5 po­le­ga­das é ex­tre­ma­men­te sim­ples; as cai­xas mais re­cen­tes já es­tão equi­pa­das com com­par­ti­men­tos ou ga­ve­tas es­pe­cí­fi­cas para es­tas uni­da­des. Es­tes com­par­ti­men­tos ten­dem a usar um sis­te­ma de re­ten­ção em­bu­ti­do, ou a qua­tro pa­ra­fu­sos, que fi­xam de for­ma la­te­ral, ou in­fe­ri­or, o SSD ao su­por­te. Ca­so apro­vei­te uma cai­xa an­ti­ga para fa­zer o seu PC, com­pre um adap­ta­dor de 2,5 para 3,5 po­le­ga­das para que apro­vei­tr os com­par­ti­men­tos dos dis­cos rí­gi­dos tra­di­ci­o­nais. Re­la­ti­va­men­te ao formato M.2, de­ve­rá ape­nas ter cui­da­do re­la­ti­va­men­te à di­men­são do mó­du­lo (por cau­sa da com­pa­ti­bi­li­da­de com a mother­bo­ard) que deve ser apa­ra­fu­sa­do à medida. Es­tes po­dem usar o formato 3022 (de 22 mm), 4222 (42 mm), 6022 (60 mm), 8022 (80 mm) e 11 022 (110 mm).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.