ASUS XG STA­TI­ON PRO COMPATIBIL­IDADE COM MAC

PC Guia - - LAB - G.Di­as

No iní­cio do ano, du­ran­te o CES ES em Las Ve­gas, a Asus re­ve­lou u a sua no­va apos­ta em dis­po­si­ti­vos eGPU (pla­ca grá­fi­ca ex­ter­na), o no­vo XG Sta­ti­on Pro. Es­ta so­lu­ção per­mi­te trans­for­mar um sim­ples com­pu­ta­dor portátil, co­mo um ul­tra­bo­ok, num ver­da­dei­ro com­pu­ta­dor de ga­ming, bas­tan­do pa­ra tal a uti­li­za­ção de uma li­ga­ção Thun­der­bolt 3.0, li­ga­ção es­sa que ga­ran­te uma lar­gu­ra de ban­da oi­to ve­zes su­pe­ri­or a uma li­ga­ção USB 3.0. Es­ta no­va ver­são per­de não só a de­sig­na­ção ROG (Republic of Gamers), co­mo o vi­su­al ar­ro­ja­do do seu an­te­ces­sor (ROG XG Sta­ti­on 2), mas em con­tra­par­ti­da ga­nha um vi­su­al mais só­brio e só­li­do, gra­ças à cons­tru­ção em alu­mí­nio, co­mo vê o pre­ço des­cer sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te, em­bo­ra con­ti­nue a ser algo dis­pen­di­o­so. Sen­do compatível com, pra­ti­ca­men­te, to­das as placas grá­fi­cas Nvi­dia GeFor­ce GTX 900 e AMD Ra­de­on R9 e su­pe­ri­or, es­te sis­te­ma foi de­sen­vol­vi­do em con­jun­to com a In Win, que op­ti­mi­zou o de­se­nho in­ter­no pa­ra ga­ran­tir um ar­re­fe­ci­men­to mais efi­caz e si­len­ci­o­so, ten­do si­do op­ta­do um sis­te­ma de du­as ven­toi­nhas (In Win Po­la­ris) de 120 mm em vez das an­te­ri­o­res (e rui­do­sas) três ven­toi­nhas de 60 mm co­lo­ca­das na tra­sei­ra da pla­ca grá­fi­ca (não for­ne­ci­da) pa­ra re­mo­ver o ca­lor ge­ra­do pe­la mesma. Se­gun­do a Asus, es­te XG Sta­ti­on Pro já po­de ser uti­li­za­do, de for­ma na­ti­va, pe­los com­pu­ta­do­res Mac (MacBo­ok Pro, iMac e iMac Pro) equi­pa­dos com interface Thun­der­bolt 3. Pa­ra tal, é obri­ga­tó­rio ins­ta­lar a ac­tu­a­li­za­ção mais re­cen­te (10.13.4) do sis­te­ma ope­ra­ti­vo macOS High Si­er­ra. Es­tra­nha­men­te nem com o XG Sta­ti­on Pro po­de­rá uti­li­zar placas grá­fi­cas da Nvi­dia, sen­do ape­nas su­por­ta­das placas AMD, des­de as Ra­de­on RX 570 e 580, RX Ve­ja 56, 64 e Ve­ja Fron­ti­er Edi­ti­on Air, bem co­mo as Ra­de­on Pro WX 7100 e EX 9100.

JO­GAR OU TRA­BA­LHAR?

Além de trans­for­mar um com­pu­ta­dor portátil com grá­fi­ca in­te­gra­da num ver­da­dei­ro portátil de ga­ming, a Asus ga­ran­te que es­ta XG Sta­ti­on Pro su­por­ta pla­ca grá­fi­cas pro­fis­si­o­nais (Nvi­dia Qua­dro e AMD Ra­de­on Pro), trans­for­man­do as­sim um sin­ge­lo ul­tra­bo­ok nu­ma au­tên­ti­ca works­ta­ti­on. Pa­ra com­pro­var­mos as van­ta­gens des­te sis­te­ma, uti­li­zá­mos uma Asus GeFor­ce GTX 1070 Ti Strix e, li­gan­do a um mo­ni­tor ex­ter­no (obri­ga­tó­rio pa­ra com­pu­ta­do­res não su­por­ta­dos), cor­re­mos os tes­tes que ha­bi­tu­al­men­te são exe­cu­ta­dos quan­to tes­ta­mos um com­pu­ta­dor portátil de alto de­sem­pe­nho. Os re­sul­ta­dos ob­ti­dos fo­ram equi­pa­rá­veis aos de um portátil de Ga­ming com uma GeFor­ce GTX 1070, ou se­ja, es­pe­re um li­gei­ro de­cres­ci­do de de­sem­pe­nho face a to­do o po­ten­ci­al da pla­ca grá­fi­ca uti­li­za­da, já que, à par­ti­da, uma pla­ca grá­fi­ca de for­ma­to desk­top de­ve­ria ofe­re­cer um de­sem­pe­nho sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te su­pe­ri­or ao mo­de­lo equi­va­len­te pa­ra com­pu­ta­do­res portáteis. Con­tu­do, os ga­nhos mais do que jus­ti­fi­cam o au­men­to de de­sem­pe­nho re­gis­ta­do, tor­nan­do-se nu­ma so­lu­ção ide­al pa­ra qu­em pre­ten­da usar to­do es­te po­der grá­fi­co adi­ci­o­nal no seu Ul­tra­bo­ok, quan­do es­ti­ver em casa ou no escritório.

Nem to­dos os com­pu­ta­do­res são com­pa­tí­veis com es­ta so­lu­ção de GPU ex­ter­na da Asus.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.