AN­DROID

PC Guia - - CAPA -

Por de­fei­to, as có­pi­as de se­gu­ran­ça do seu dis­po­si­ti­vo An­droid (usá­mos um com 5.1.1 Lol­li­pop) já es­tão li­ga­das e usam uma con­ta Gmail pa­ra ter tu­do alo­ja­do no Go­o­gle Dri­ve. Pa­ra ter a cer­te­za de que o smartpho­ne ou ta­blet es­tá a fa­zer bac­kups, en­tre nas ‘De­fi­ni­ções’ e fa­ça des­li­zar o me­nu pa­ra ci­ma até en­con­trar a op­ção ‘Có­pia de se­gu­ran­ça e re­po­si­ção’ 1 . Aqui de­ve en­con­trar aquilo de que pre­ci­sa já li­ga­do: ‘Fa­zer uma có­pia de se­gu­ran­ça dos…’

2 (es­tes ‘dos’ que o me­nu não dei­xa ler são os seus da­dos co­mo as passwords de Wi-Fi, mar­ca­do­res e de­fi­ni­ções de apps, por exemplo).

APA­GAR TU­DO E CO­ME­ÇAR DE NO­VO

Se qui­ser, po­de es­co­lher ou­tra con­ta de Gmail além da que usa re­gu­lar­men­te pa­ra fa­zer es­te bac­kup: to­que em ‘Có­pia se­gu­ran­ça de con­ta’ 3 e depois em ‘+ Adi­ci­o­nar con­ta’. Se qui­ser man­ter as de­fi­ni­ções das apli­ca­ções que usa num fu­tu­ro res­tau­ro do te­le­fo­ne, cer­ti­fi­que-se de que tem li­ga­do o ‘Res­tau­ro au­to­má­ti­co’ 4 . Pa­ra for­ma­tar o te­le­fo­ne, to­que em ‘Re­po­si­ção dos da­dos de fá­bri­ca’ 5 e depois em ‘Re­por te­le­fo­ne’. Aqui não há tan­tas op­ções co­mo no iOS, que per­mi­te fa­zer re­set a ape­nas al­guns dos pa­râ­me­tros do sis­te­ma sem ter de es­tar a apa­gar tu­do. Mas, tal co­mo no iOS, depois de apa­gar com­ple­ta­men­te o smartpho­ne ou ta­blet, quan­do o li­ga vai ser-lhe da­da a op­ção de re­cu­pe­rar as de­fi­ni­ções (ou se­ja, um “es­pe­lho” do que tinha) a par­tir da con­ta Gmail que de­fi­niu.

A RO­LE­TA DOS VER­SÕES AN­DROID

Com­prar um An­droid não é ga­ran­tia de fi­car com a mais re­cen­te ver­são do sis­te­ma ope­ra­ti­vo da Go­o­gle. Is­to acon­te­ce, porque ca­da fa­bri­can­te tem de a tes­tar pri­mei­ro em to­dos os seus dis­po­si­ti­vos pa­ra que não che­gue aos cli­en­tes com erros. Além dis­to, ca­da mar­ca cos­tu­ma tam­bém pré-ins­ta­lar apps de ma­nu­ten­ção do sis­te­ma ope­ra­ti­vo, bem co­mo fun­ci­o­na­li­da­des que aju­dam a ac­tu­a­li­zar o smartpho­ne/ta­blet. Procure nas ‘De­fi­ni­ções’ por algo co­mo ‘ac­tu­a­li­za­ção’ ou ‘up­da­te’ de soft­ware. A for­ma co­mo fa­ze­mos re­set ao te­le­fo­ne tam­bém po­de mudar, por is­to mes­mo: o exemplo que demos foi o de um Energy Sis­tem Pro 4G com An­droid pu­ro - es­ta é a ver­são que vem li­vre do “li­xo” e das per­so­na­li­za­ções de interface que a mai­or par­te das mar­cas me­te nos seus dis­po­si­ti­vos, co­mo a Sam­sung, a Sony ou a Huawei.

FA­ÇA UM RE­FRESH AO SIS­TE­MA

O fac­to de um smartpho­ne ser An­droid, um sis­te­ma aber­to, faz com que ha­ja apli­ca­ções que pos­sam in­ter­fe­rir a sé­rio com o soft­ware-ba­se. Por is­so, exis­tem vá­ri­as apps no Go­o­gle Play que po­dem aju­dar a lim­par o ar­ma­ze­na­men­to de fi­chei­ro inú­teis, ca­ches e até mes­mo optimizar a me­mó­ria. Aqui, te­mos du­as sugestões: a Cle­an Mas­ter e a CCleaner, já nos­sa co­nhe­ci­da pe­las ver­sões pa­ra Mac e Win­dows. Am­bas são gra­tui­tas per­mi­tem re­cu­pe­rar es­pa­ço e ana­li­sar o sis­te­ma (ve­ri­fi­car o uso do CPU, li­ber­tar me­mó­ria RAM, ve­ri­fi­car os ní­veis de bateria e a tem­pe­ra­tu­ra do smartpho­ne ou ta­blet), lim­par as ca­ches das apps, o que es­tá nas pas­tas de down­lo­ad (mui­tas ve­zes de di­fí­cil aces­so) e o histórico do brow­ser. As in­ter­fa­ces das du­as apps são bas­tan­te in­tui­ti­vas e ba­sei­am-se em bo­tões de ‘Ana­li­sar’ e ‘Lim­par’ pa­ra as su­as ac­ções prin­ci­pais, pe­lo que não vai ter qual­quer problema em tirar par­ti­do dos seus re­cur­sos pa­ra man­ter o seu dis­po­si­ti­vo An­droid de boa “saú­de”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.