Au­di A8 50 TDI Qu­at­tro O VER­DA­DEI­RO SE­NHOR DOS ANÉIS

A Au­di an­te­ci­pou-se à BMW e Mer­ce­des-Benz ao lan­çar a no­va ge­ra­ção do seu to­po de ga­ma, o A8, que se re­ve­lou o au­to­mó­vel (com mo­tor de com­bus­tão) tec­no­lo­gi­ca­men­te mais avan­ça­do do mer­ca­do.

PC Guia - - APPS - POR GUS­TA­VO DI­AS

Com qua­se 5,2 me­tros de com­pri­men­to, o no­vo Au­di A8 não tem pro­ble­mas em dar nas vis­tas, sen­do pro­va­vel­men­te o me­nos dis­cre­to de sem­pre, gra­ças às su­as li­nhas se­du­to­ras e so­fis­ti­ca­das, cla­ra­men­te ins­pi­ra­das no Au­di Pro­lo­gue Con­cept. À fren­te, des­ta­que a enor­me gre­lha tra­pe­zoi­dal, que ser­ve de lo­cal pa­ra alo­jar gran­de par­te dos sen­so­res, câ­ma­ras e ra­da­res que com­põem os mais de 41 sis­te­mas de as­sis­tên­cia à con­du­ção exis­ten­tes. Igual­men­te im­pres­si­o­nan­te é o sis­te­ma de ilu­mi­na­ção dis­po­ní­vel, em LED de sé­rie, po­den­do op­tar pe­lo sis­te­ma LED Ma­trix HD que in­clui um fei­xe de luz la­ser pa­ra os má­xi­mos com um al­can­ce im­pres­si­o­nan­te, po­den­do es­te op­ci­o­nal ser as­so­ci­a­do aos fa­ro­lins tra­sei­ros OLED, que são com­pos­tos por pai­néis com ilu­mi­na­ção pró­pria, em vez de uti­li­zar lâm­pa­das ou dío­dos LED. Des­ta­que ain­da pa­ra o vi­su­al atra­en­te con­fe­ri­do pe­lo fei­xe de lu­zes LED que li­ga os fa­ro­lins tra­sei­ros.

AGI­LI­DA­DE

Re­cor­ren­do a ma­te­ri­ais le­ves co­mo alu­mí­nio (58% da car­ro­ça­ria), aços de ul­tra-ele­va­da re­sis­tên­cia e mag­né­sio, a uma sus­pen­são com amor­te­ci­men­to adap­ta­ti­vo e a uma di­rec­ção (de­ma­si­a­do) leve, ao qual se jun­ta o ei­xo tra­sei­ro direcional, o no­vo A8 sur­pre­en­de em ter­mos de agi­li­da­de, es­pe­ci­al­men­te em per­cur­sos ci­ta­di­nos. Den­tro des­te au­to­mó­vel de­mos con­ta do o qua­se de­sa­pa­re­ci­men­to de bo­tões fí­si­cos - con­tá­mos ape­nas do­ze, in­cluin­do o bo­tão pa­ra li­gar a ig­ni­ção do mo­tor e o ajus­te da cai­xa de ve­lo­ci­da­des. O in­te­ri­or do A8 foi “in­va­di­do” por ecrãs, co­mo o Au­di Vir­tu­al Cock­pit de 12,3 po­le­ga­das no lu­gar do pai­nel de ins­tru­men­tos, um ecrã de 10,1 po­le­ga­das pa­ra o sis­te­ma de in­fo­en­tre­te­ni­men­to MMI (adeus, co­man­do ro­ta­ti­vo) e um ecrã adi­ci­o­nal de 8,6 po­le­ga­das pa­ra re­gu­lar to­dos os pa­râ­me­tros de cli­ma­ti­za­ção e dos mo­dos de con­du­ção. Nos ban­cos de trás é pos­sí­vel en­con­trar um ta­blet com um ecrã de di­men­sões si­mi­la­res no apoio de bra­ços, que per­mi­te re­gu­lar des­de cli­ma­ti­za­ção, ban­cos, ilu­mi­na­ção e en­tre­te­ni­men­to, exis­tin­do ain­da (em op­ci­o­nal) dois ta­blets de gran­des di­men­sões co­lo­ca­das nas cos­tas dos ban­cos di­an­tei­ros. Es­tes, por sua vez, são ex­tre­ma­men­te con­for­tá­veis e per­mi­tem re­gu­la­ção to­tal­men­te eléc­tri­ca, aque­ci­men­to, ar­re­fe­ci­men­to e mas­sa­gem.

SE­GU­RAN­ÇA

Se­gun­do os res­pon­sá­veis da Au­di, o no­vo A8 foi o pri­mei­ro au­to­mó­vel de pro­du­ção em sé­rie a ser de­sen­vol­vi­do pa­ra uma con­du­ção au­tó­no­ma de ní­vel 3, ou se­ja, é pos­sí­vel usar-se o sis­te­ma Traf­fic Jam As­sist e dei­xar o A8 con­du­zir de for­ma to­tal­men­te au­tó­no­ma até aos 60 km/h, sen­do a ges­tão da ace­le­ra­ção, tra­va­gem, cai­xa de ve­lo­ci­da­des e di­rec­ção to­tal­men­te au­tó­no­ma. Con­tu­do, a ve­lo­ci­da­des su­pe­ri­o­res, o A8 ain­da não es­tá ao ní­vel do Au­toPi­lot da Tes­la, ou o Pi­lot As­sist da Vol­vo. A Au­di de­ci­diu ain­da per­mi­tir ao A8 en­trar e sair de lu­ga­res de es­ta­ci­o­na­men­to de for­ma au­tó­no­ma atra­vés da apli­ca­ção mó­vel My Au­di, ten­do es­te o es­pe­ci­al cui­da­do de me­dir a dis­tân­cia pa­ra obs­tá­cu­los, co­mo pas­sei­os, pa­ra não da­ni­fi­car as jan­tes.

O NO­VO A8 UTI­LI­ZA UM SIS­TE­MA HÍ­BRI­DO DE 48 V, QUE PER­MI­TE DES­LI­GAR O MO­TOR QUAN­DO CIR­CU­LA A UMA VE­LO­CI­DA­DE ES­TA­BI­LI­ZA­DA, O QUE GA­RAN­TE CON­SU­MOS BAI­XOS PA­RA UM AU­TO­MÓ­VEL DE DU­AS TO­NE­LA­DAS.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.