EAT TASTY

Quem é que nun­ca se es­que­ceu do al­mo­ço em ca­sa ou, sim­ples­men­te, não te­ve tem­po pa­ra co­zi­nhar e foi al­mo­çar fo­ra? A EatTasty quer aju­dar a re­sol­ver es­te pro­ble­ma en­tre­gan­do re­fei­ções sau­dá­veis e ca­sei­ras no lo­cal de tra­ba­lho.

PC Guia - - CONTENTS -

A EatTasty é uma star­tup por­tu­gue­sa que le­va al­mo­ços ca­sei­ros aos lo­cais de tra­ba­lho.

As­tar­tup nas­ceu de uma ideia de Or­lan­do Lo­pes e Rui Cos­ta com o in­tui­to de pro­por­ci­o­nar a pos­si­bi­li­da­de de «al­mo­çar di­a­ri­a­men­te co­mi­da ca­sei­ra e aca­ba­da de fa­zer» na em­pre­sa quan­do se es­tá a tra­ba­lhar, re­fe­re Má­rio Cé­sar res­pon­sá­vel pe­lo mar­ke­ting da EatTasty. A pla­ta­for­ma fun­ci­o­na de for­ma bas­tan­te sim­ples via brow­ser ou app, pa­ra já dis­po­ní­vel ape­nas pa­ra iOS, mas com a pro­mes­sa de uma ver­são An­droid pa­ra bre­ve. O uti­li­za­dor re­gis­ta-se e es­co­lhe um dos pra­tos dis­po­ní­veis; de­pois, a EatTasty en­tre­ga na mo­ra­da in­di­ca­da por 5,90 eu­ros, com ta­lhe­res in­cluí­dos. A úni­ca con­di­ção é a de que o pe­di­do se­ja fei­to até às 11:40 pa­ra que se­ja pos­sí­vel ga­ran­tir o al­mo­ço no pró­prio dia. «No mí­ni­mo, dis­po­ni­bi­li­za­mos uma re­fei­ção de car­ne, uma de pei­xe e uma ve­ge­ta­ri­a­na, to­dos os di­as. A se­lec­ção do me­nu é fei­ta pe­lo de­par­ta­men­to de cu­li­ná­ria, li­de­ra­do pe­lo nos­so chef Rú­ben Cou­to», diz Má­rio Cé­sar.Pa­ra sa­ber quais os pra­tos exis­ten­tes, bas­ta in­di­car que quer re­ce­ber es­sa in­for­ma­ção via email ou SMS quan­do faz o re­gis­to ou con­sul­tar o Fa­ce­bo­ok da star­tup. As re­fei­ções são pre­pa­ra­das por di­ver­sos chefs que tra­ba­lham no bair­ro da em­pre­sa do uti­li­za­dor, com in­gre­di­en­tes fres­cos en­tre­gues to­dos os di­as pa­ra que os cli­en­tes pos­sam «des­fru­tar sem­pre dos me­lho­res pro­du­tos»; a em­pre­sa dis­po­ni­bi­li­za ain­da in­for­ma­ção nu­tri­ci­o­nal dos pra­tos. Quan­to aos pa­ga­men­tos, es­tes po­dem ser fei­tos via mul­ti­ban­co, car­tão de cré­di­to, dé­bi­to e re­fei­ção ou atra­vés da com­pra de cré­di­tos que po­dem ser de­pois des­con­ta­dos na con­ta do uti­li­za­dor, a for­ma mais ren­tá­vel de usar a EatTasty. Por exem­plo, um car­re­ga­men­to de qua­ren­ta eu­ros tem ofer­ta de mais qua­tro eu­ros.

EX­PAN­SÃO É O OB­JEC­TI­VO

Ac­tu­al­men­te, a star­tup fun­ci­o­na em Lis­boa ( Par­que das Na­ções, Mar­vi­la, Sal­da­nha, Amo­rei­ras, Ave­ni­da da Li­ber­da­de, Tor­res de Lis­boa e Ave­ni­da 24 de Ju­lho), Amadora (Al­fra­gi­de) e Oeiras (Mi­ra­flo­res, Car­na­xi­de, La­go­as Park, Ta­gus Park e Quin­ta da Fon­te) mas não quer fi­car por aqui. «Te­mos pla­nos de ex­pan­são na­ci­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais pa­ra iní­cio de 2019» re­ve­la Má­rio Cé­sar. O res­pon­sá­vel mos­tra que a EatTasty acre­di­ta no seu fu­tu­ro e no seu su­ces­so: «A nos­sa am­bi­ção é ser­mos uma op­ção diá­ria e con­ve­ni­en­te pa­ra os nos­sos cli­en­tes. Os al­mo­ços po­dem ser ape­nas o co­me­ço. Nes­te mo­men­to, en­tre­ga­mos, em mé­dia, qua­tro­cen­tos al­mo­ços diá­ri­os mas sa­be­mos que es­te nú­me­ro po­de es­ca­lar mui­to ra­pi­da­men­te co­mo tem vin­do a es­ca­lar nos úl­ti­mos me­ses».

A EATTASTY JÁ AN­GA­RI­OU 370 MIL EU­ROS EM FINANCIAMENTO TEN­DO CO­MO PRIN­CI­PAIS IN­VES­TI­DO­RES A OLISIPO WAY, A CAI­XA CA­PI­TAL E A BRIGHTPIXEL, DA SONAE IM.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.