RE­MO­VER SOFT­WARE IN­DE­SE­JA­DO DO WIN­DOWS

Mui­tas ve­zes, a ins­ta­la­ção de pro­gra­mas de que re­al­men­te pre­ci­sa­mos vem com al­gu­mas sur­pre­sas: cli­car sem­pre em ‘Acei­tar’ sem ler o nos mos­tram po­de le­var a que se­ja ins­ta­la­do soft­ware in­de­se­ja­do no Win­dows. Va­mos aju­dá-lo a por tu­do o que não in­te­res­sa n

PC Guia - - NEWS - POR RI­CAR­DO DU­RAND

Os pro­gra­mas inú­teis que se ins­ta­lam no com­pu­ta­dor co­me­çam a ser tan­tos, e os ca­sos de pes­so­as a quei­xar-se, tam­bém, que até já há uma si­gla que iden­ti­fi­ca es­te ti­po de soft­ware: PUP (po­ten­ti­ally unwan­ted pro­grams, ou se­ja, pro­gra­mas po­ten­ci­al­men­te in­de­se­ja­dos). A mai­o­ria dos PUP vem com soft­ware per­fei­ta­men­te le­gí­ti­mo, co­mo um bom lei­tor de mul­ti­mé­dia ou até mes­mo uma sui­te de lim­pe­za de dis­co, por exem­plo. O que acon­te­ce é que, na ân­sia de ins­ta­lar os pro­gra­mas que re­al­men­te que­re­mos, co­me­ça­mos a ac­ti­var cai­xas op­ci­o­nais ao lon­go das ja­ne­las que nos gui­am du­ran­te os pas­sos da ins­ta­la­ção ou a cli­car em ‘Acei­to’ em tu­do o que me­xe. Ou­tras ve­zes, as op­ções já se en­con­tram se­lec­ci­o­na­das por de­fei­to e nós nem nos aper­ce­be­mos dis­so. Is­to, le­va, na gran­de mai­o­ria das ve­zes, que ins­ta­le­mos mais soft­ware no Win­dows que aque­le de que, re­al­men­te, pre­ci­sa­mos. eli­mi­na­da; se ti­ver o Malwa­reby­tes sem­pre li­ga­do, se­rá avi­sa­do sem­pre que um pro­gra­ma du­vi­do­so es­ti­ver a ten­tar ins­ta­lar-se no com­pu­ta­dor. Es­te soft­ware tem ain­da uma fer­ra­men­ta mui­to útil di­rec­ci­o­na­da a brow­sers, que vai aju­dar a de­sins­ta­lar bar­ras e plu­gins do Chrome, Fi­re­fox, Ed­ge ou In­ter­net Ex­plo­rer: o AdwC­le­a­ner, que po­de ser des­car­re­ga­do em malwa­reby­tes.com/adwc­le­a­ner.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.