RA­ZER KRA­KEN PRO V2

PC Guia - - PLAY - R. Du­rand

Bas­tan­te le­ves e com umas bo­as al­mo­fa­das pa­ra os ou­vi­dos, os Kra­ken Pro V2 po­dem ser aque­les aus­cul­ta­do­res com fi­os e sem gran­de ar­ti­fí­ci­os de que al­guns ga­mers po­dem es­tar à pro­cu­ra, sem se es­ta­rem a pre­o­cu­par com o es­ta­do da ba­te­ria ou com fa­lhas na li­ga­ção por Blu­e­to­oth. Aqui, rei­na a li­ga­ção ana­ló­gi­ca jack de 3,5 mm e nem se­quer há a op­ção de o fa­zer por USB, co­mo acon­te­ce, por exem­plo, no mo­de­lo Gun­me­tal, igual­men­te da Ra­zer. O fac­to de te­rem uma li­ga­ção tra­di­ci­o­nal po­de tor­nar mais sim­ples a uti­li­za­ção des­tes aus­cul­ta­do­res: afi­nal, é só li­gar a um computador ou a um comando de um PS4 pa­ra fi­ca­rem pron­tos a usar. Na cai­xa vem ape­nas mais um ca­bo jack 3,5 mm com du­pla en­tra­da pa­ra mi­cro­fo­ne (com os tra­di­ci­o­nais aros ro­sa) e saí­da de som, pa­ra que o pos­sa li­gar em pla­cas com­pa­tí­veis que te­nha no PC. Con­tu­do, nem vai pre­ci­sar de usar es­te ca­so se ti­ver, por exem­plo, de os li­gar a um iMac. No ca­bo en­con­tra­mos um con­tro­lo à an­ti­ga, com uma ro­di­nha pa­ra re­gu­lar o vo­lu­me e um bo­tão que per­mi­te si­len­ci­ar o mi­cro­fo­ne, ca­so não se­ja opor­tu­no al­guém, num jo­go on­li­ne, ou­vir os nos­sos de­sa­ba­fos. À pri­mei­ra vis­ta, os Kra­ken Pro v2 pa­re­cem ser ser al­go pe­sa­dos, mui­to por cul­pa do as­pec­to do aro e dos aus­cul­ta­do­res. Po­rém, es­te é um pro­ble­ma que aca­ba mal os po­mos na ca­be­ça: o con­jun­to é mui­to con­for­tá­vel e es­tá fei­to a pen­sar em al­gu­mas ho­ras de uti­li­za­ção con­tí­nua. Além dis­so, os mes­mos tam­bém po­dem ser usa­dos com al­mo­fa­das ovais, mas es­te é um re­cur­so que vai ter de com­prar à par­te. Mas as es­pu­mas re­don­das que vêm, por de­fei­to, com es­te Ra­zer de­vem ser con­for­tá­veis e ide­ais pa­ra 99% dos ga­mers. Du­ran­te uma ses­são de ga­ming com Fort­ni­te, os Kra­ken Pro v2 es­ti­ve­ram à al­tu­ra do de­sa­fio e dão a imer­si­vi­da­de ne­ces­sá­ria pa­ra que es­te­ja­mos no cen­tro da ac­ção: o som é cla­ro é lim­po, sen­do per­fei­ta­men­te pos­sí­vel ou­vir ini­mi­gos que se apro­xi­mam e de on­de se apro­xi­mam de nós. O mi­cro­fo­ne con­ta ain­da com a tec­no­lo­gia Dis­cord, o que ga­ran­te uma qua­li­da­de de co­mu­ni­ca­ção tam­bém ela bas­tan­te cla­ra e ní­ti­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.