PHI­LIPS BDM347OUP

PC Guia - - LAB - P. Tróia

Os ecrãs 21:9 con­ti­nu­am a ser al­go ra­ros – ape­sar de mui­tas mar­cas os dis­po­ni­bi­li­za­rem nos seus ca­tá­lo­gos, ain­da não têm gran gran­de ex­pres­são, pe­lo me­nos no m mer­ca­do de consumo. Uma dest des­tas mar­cas é a Phi­lips que tem al­guns mo­de­los com es­te rá­ci rá­cio de ecrã pa­ra apli­ca­ções que vão des­de a em­pre­sa­ri­al aos jo­go jo­gos. No mer­ca­do em­pre­sa­ri­al, es­te ti­po de mo­ni­to­res são úteis, porq por­que per­mi­tem ter mui­to mais in­fo in­for­ma­ção no ecrã ao mesmo tem tem­po, co­mo por exem­plo fo­lhas de c cál­cu­lo ex­ten­sas ou vá­ri­os doc do­cu­men­tos aber­tos la­do a la­do la­do. Já nos jo­gos, não há na­da com co­mo ter o mai­or ân­gu­lo de vi­são poss pos­sí­vel pa­ra se con­se­guir ver os ad­ve ad­ver­sá­ri­os a apro­xi­ma­rem-se. Om O mo­ni­tor em testes nes­ta edi­ção é um uma re­e­di­ção de um lan­ça­do há u uns anos com ecrã de 34” que ofer ofe­re­cia a mes­ma re­so­lu­ção (3344 (3440 x 1440), mas que ago­ra tem um sis­te­ma de ilu­mi­na­ção e so soft­ware no­vos. No cam­po das en­tr en­tra­das, te­mos VGA, DVI Dual Link Link, Dis­playPort e HDMI 2.0. Tam Tam­bém es­tão pre­sen­tes qua­tro en­tr en­tra­das USB Ty­pe-A (2 USB 3.0 e2U e 2 USB 2.0) e jack 3,5 mm, sen­do que o Phi­lips BDM347OUP tam­bém é ca­paz de re­pro­du­zir áu­dio atra­vés das co­lu­nas in­te­gra­das. Uma das par­ti­cu­la­ri­da­des des­ta sé­rie de mo­ni­to­res é a ca­pa­ci­da­de de ro­dar o ecrã pa­ra que pos­sa es­tar com­ple­ta­men­te na ver­ti­cal. Es­ta fun­ção é útil, por exem­plo, pa­ra quan­do é uti­li­za­do pa­ra pa­gi­na­ção elec­tró­ni­ca, pa­ra dar uma ideia de co­mo o do­cu­men­to vai re­sul­tar sem ter de se usar as fun­ções de zo­om do soft­ware. A qua­li­da­de da ima­gem des­te mo­ni­tor é mui­to boa e a re­pro­du­ção de co­res é bas­tan­te fi­el. Nes­te cam­po, a Phi­lips in­te­grou al­gu­mas fun­ci­o­na­li­da­des e mo­dos pré-de­fi­ni­dos que ser­vem pa­ra facilitar a con­fi­gu­ra­ção. Mas, se qui­ser, po­de fa­zer to­da a con­fi­gu­ra­ção à mão. No en­tan­to não po­de­rá gra­var num modo de­fi­ni­do por si, por is­so, se mu­dar al­gu­ma f coi­sa, te­rá de fa­zer as afi­na­ções ou­tra vez. Nos jo­gos, com ima­gens cons­tan­te­men­te em movimento, não se no­ta gran­de ar­ras­ta­men­to, o que é um ponto a fa­vor, mas co­mo o mo­ni­tor es­tá li­mi­ta­dos aos 60 Hz não vai con­se­guir pas­sar das 60 fps.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.