MI­CRO­SOFT SURFACE LAP­TOP 2

Se o Surface Pro 6 é a referência dos ta­blets Windows do mer­ca­do, a Mi­cro­soft es­pe­ra que o no­vo Surface Lap­top 2 o se­ja nos por­tá­teis. Te­rá con­se­gui­do?

PC Guia - - LAB - GUSTAVO DI­AS

Na edi­ção pas­sa­da fi­cá­mos com um sa­bor agri­do­ce re­la­ti­va­men­te à no­va ge­ra­ção da­que­le que ain­da é o me­lhor ta­blet Windows do mer­ca­do, o Surface Pro 6. Em­bo­ra se­ja, efec­ti­va­men­te, mais rá­pi­do e o no­vo aca­ba­men­to em pre­to o tor­ne ain­da mais ele­gan­te, es­pe­rá­va­mos en­con­trar no­vi­da­des na­que­le que sem­pre foi o seu cal­ca­nhar de Aqui­les: as pou­cas li­ga­ções dis­po­ní­veis e de­sac­tu­a­li­za­das. In­fe­liz­men­te es­sa si­tu­a­ção re­pe­te-se com o no­vo Surface Lap­top 2. Vi­su­al­men­te, é qua­se idên­ti­co ao mo­de­lo ori­gi­nal, exis­tin­do ape­nas uma en­tra­da USB 3.0, uma Mi­ni Dis­playPort e uma saí­da pa­ra aus­cul­ta­do­res, não exis­tin­do ain­da li­ga­ções USB 3.1 (Gen1 e Gen2) mais re­cen­tes, nem USB Ty­pe-C. De res­to, o chas­sis em alu­mí­nio con­ti­nua im­pres­si­o­nan­te­men­te fi­no, sen­do es­te com­ple­men­ta­do pe­la agra­dá­vel su­per­fí­cie têxtil (em al­can­ta­ra), pe­lo tou­ch­pad pre­ci­so e pe­lo re­no­va­do te­cla­do, que é sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te mais si­len­ci­o­so que o an­te­ri­or, em­bo­ra as te­clas man­te­nham o cur­so.

TRA­BA­LHO OU LAZER?

Igual­men­te in­tac­to es­tá o ecrã tác­til de 13,5 po­le­ga­das, já uti­li­za­do pe­lo an­te­ri­or Surface Lap­top, que ofe­re­ce uma ex­ce­len­te qua­li­da­de de ima­gem com a sua re­so­lu­ção de 2256 x 1504. Es­ta com­bi­na­ção di­fe­re mui­to da ha­bi­tu­al­men­te en­con­tra­da em ul­tra­bo­oks de di­men­sões se­me­lhan­tes, por cul­pa do for­ma­to de ecrã - 3:2 no ca­so des­te Surface Lap­top. Em­bo­ra is­to se­ja pro­vei­to­so pa­ra tra­ba­lhos grá­fi­cos, uti­li­zan­do a op­ci­o­nal Mi­cro­soft Surface Pen, tan­to pa­ra escrever co­mo de­se­nhar, aca­ba por ser me­nos útil e prá­ti­co pa­ra quem quei­ra usar o ecrã pa­ra ta­re­fas do quo­ti­di­a­no (co­mo dividir o dis­play en­tre uma pá­gi­na Web e um do­cu­men­to de tex­to), bem co­mo pa­ra ver de fil­mes. De re­fe­rir que, em­bo­ra no Surface Lap­top ori­gi­nal a Mi­cro­soft te­nha op­ta­do por usar o Windows 10 S (ape­nas permite a instalação de apli­ca­ções atra­vés da lo­ja Windows), es­te no­vo Surface re­cor­re ao Windows 10 Ho­me, que nos permite ins­ta­lar tu­do o que qui­ser, sem pre­ci­sar de es­tar­mos a con­ver­ter o sis­te­ma ope­ra­ti­vo ori­gi­nal pa­ra o Windows 10 Pro.

DE­SEM­PE­NHO AC­TU­A­LI­ZA­DO

Fa­ce ao mo­de­lo ori­gi­nal, a Mi­cro­soft anuncia um au­men­to de de­sem­pe­nho que po­de che­gar aos 85%, is­to por­que o úni­co tes­te com re­sul­ta­dos com­pa­rá­veis aos uti­li­za­dos no tes­te do Surface Lap­top ori­gi­nal re­gis­tou um au­men­to de “ape­nas” 50%, com o 3DMark Cloud­ga­te a re­ve­lar 8855 pon­tos, fa­ce aos an­te­ri­o­res 5867 pon­tos. Es­te au­men­to sig­ni­fi­ca­ti­vo de de­sem­pe­nho de­ve-se à uti­li­za­ção da no­va ge­ra­ção de pro­ces­sa­do­res In­tel, ten­do o mo­de­lo de tes­tes vin­do equi­pa­do com um Co­re i5-8250U Qu­ad-Co­re (po­de es­co­lher o op­ci­o­nal Co­re i7-8650U), sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te mais po­ten­te que o an­te­ri­or Co­re i5-7200U Du­al-Co­re. De res­to en­con­tra­rá a já ha­bi­tu­al con­tro­la­do­ra In­tel UHD Graphics 620, in­te­gra­da nos pro­ces­sa­do­res In­tel, bem co­mo 8 ou 16 GB de me­mó­ria RAM, e en­tre 128, 256, 512 GB e 1 TB de ar­ma­ze­na­men­to em for­ma­to SSD.

A ac­tu­a­li­za­ção do pro­ces­sa­dor foi o su­fi­ci­en­te pa­ra ga­ran­tir mais de 50% de au­men­to de de­sem­pe­nho fa­ce ao mo­de­lo ori­gi­nal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.