/ To­das as no­vi­da­des anun­ci­a­das pe­la mar­ca da ma­çã no even­to es­pe­ci­al de São Fran­cis­co, des­de a Ap­ple TV+ ao Ap­ple Card.

Ap­ple Ar­ca­de, Ap­ple TV+, Ap­ple News+ fo­ram as no­vas subs­cri­ções mul­ti­mé­dia anun­ci­a­dos pe­la mar­ca da ma­çã num even­to es­pe­ci­al em São Fran­cis­co. Mas a gran­de no­vi­da­de foi mes­mo o Ap­ple Card.

PC Guia - - ÍNDICE -

Co­mo já era es­pe­ra­do, a Ap­ple anun­ci­ou mes­mo a sua pla­ta­for­ma de stre­a­ming de fil­mes e sé­ri­es e o no­me não an­da mui­to lon­ge da­que­la que a mar­ca já ti­nha da­do à sua box Ap­ple TV. O ser­vi­ço que vai con­cor­rer com a Net­flix, a HBO, o Ama­zon Pri­me Vi­deo e o fu­tu­ro Dis­ney Plus cha­ma-se Ap­ple TV+ e vai che­gar no Ou­to­no a cem paí­ses, on­de de­ve es­tar Por­tu­gal, com um va­lor de men­sa­li­da­de ain­da por de­fi­nir. Pa­ra apre­sen­tar o Ap­ple TV+ es­ti­ve­rem em pal­co vá­ri­os ac­to­res e re­a­li­za­do­res co­nhe­ci­dos de Hollywo­od, co­mo Ste­ven Spi­el­berg, Jen­ni­fer Anis­ton, Re­e­se Withers­po­on, Ste­ve Ca­rell e o “Aqua­man” Ja­son Mo­moa, que le­van­ta­ram o véu so­bre as no­vas sé­ri­es que vão pro­ta­go­ni­zar.

JO­GOS E REVISTASRE­VISTA SEM LI­MI­TES DO iPHO­NE AO MAC

Além dos fil­mes e sé­ri­es do TV+ há ain­da uma pla­ta­for­ma jo­gos pa­ra Ap­ple TV, Mac, iPho­ne e iPad e ou­tra que dá aces­so a re­vis­tas di­gi­tais e si­tes com con­teú­dos pa­gos. No cam­po dos jo­gos a no­vi­da­de é o Ap­ple Ar­ca­de, mais uma pla­ta­for­ma com um va­lor men­sal de subs­cri­ção (que tam­bém não foi re­ve­la­do). Sem pu­bli­ci­da­de e sem ne­ces­si­da­de de com­prar con­teú­dos-ex­tra, o Ap­ple Ar­ca­de vai ter mais de cem tí­tu­los dis­po­ní­veis que po­dem ser jo­ga­dos of­fli­ne. A Ap­ple dis­se es­tar a «tra­ba­lhar com vá­ri­as edi­to­ras» pa­ra con­se­guir ter um «ca­tá­lo­go for­te e com­pe­ti­ti­vo» na al­tu­ra do lan­ça­men­to do Ar­ca­de (uma apli­ca­ção au­tó­no­ma, dis­po­ní­vel na App Sto­re), que es­tá mar­ca­da pa­ra o Ou­to­no de 2019.

O Ap­ple Card é bran­co, tem um chip e o lo­go da ma­çã, que lhehe dá um ca­rác­ter dis­tin­ti­vo; os gas­tos as­tos po­dem ser con­tro­la­dos na Wal­let.

Ou­tra app que es­tá ago­ra vi­ta­mi­na­da com o sím­bo­lo ‘+’ é a News. A apli­ca­ção vai pas­sar a dar aces­so a mais de tre­zen­tas re­vis­tas de mo­da, mú­si­ca, des­por­to e tec­no­lo­gia: Vo­gue, Rol­ling Sto­ne, Sports Il­lus­tra­ted e Wi­red, por exem­plo. Pa­ra já, es­te ser­vi­ço vai es­tar ape­nas dis­po­ní­vel nos Es­ta­dos Uni­dos e Ca­na­dá por 9,99 dó­la­res/ mês, com a pri­mei­ra men­sa­li­da­de de ofer­ta.

GAS­TOS IN­TE­LI­GEN­TES COM O AP­PLE CARD

Mas umas das mai­o­res no­vi­da­des da apre­sen­ta­ção de on­tem da Ap­ple foi o anún­cio de um no­vo car­tão de cré­di­to que “vi­ve” ape­nas no iPho­ne, na apli­ca­ção Wal­let. O Ap­ple Card fun­ci­o­na so­bre a tec­no­lo­gia de pa­ga­men­to Ap­ple Pay, que não es­tá dis­po­ní­vel ain­da em Por­tu­gal, e po­de ser cri­a­do em mi­nu­tos, na Wal­let. A app vai ser, ain­da, re­de­se­nha­da pa­ra nos dar uma vi­são mais alar­ga­da so­bre o que gas­ta­mos e em que gas­ta­mos: o Ap­ple Card vai per­ce­ber que ti­po de com­pras es­ta­mos a fa­zer e cri­ar um grá­fi­co pa­ra nos dar uma ideia de on­de es­ta­mos a gas­tar o di­nhei­ro. Es­te no­vo car­tão da Ap­ple não tem anui­da­de nem ou­tras ta­xas as­so­ci­a­das e vem com um pro­gra­ma cha­ma­do Daily Cash que nos de­po­si­ta na con­ta uma per­cen­ta­gem das com­pras que fa­ze­mos. Por ca­da pa­ga­men­to que fa­ze­mos com o Ap­ple Card/Ap­ple Pay re­ce­be­mos 2% em car­tão; se es­tas com­pras fo­rem fei­tas na lo­ja da Ap­ple, es­ta per­cen­ta­gem so­be pa­ra os 3%.

O PRÓ­XI­MO SÍM­BO­LO DE STA­TUS?

Nos paí­ses on­de não hou­ver Ap­ple Pay (co­mo em Por­tu­gal, pa­ra já) a em­pre­sa en­via um car­tão fí­si­co, em ti­tâ­nio, pa­ra o uti­li­za­dor, à se­me­lhan­ça do que acon­te­ce com a N26 ou a Re­vo­lut (a par­cei­ra da Ap­ple é o ban­co Gold­man Sa­chs). Uma das par­ti­cu­la­ri­da­des des­te car­tão é o fac­to de não ter nú­me­ro gra­va­do - ape­nas lá es­tá o no­me do uti­li­za­dor; além dis­so, o Ap­ple Card é bran­co, tem um chip e o lo­go da ma­çã num can­to, que lhe dá um ca­rác­ter dis­tin­ti­vo e que já é vis­to co­mo o pró­xi­mo sím­bo­lo de sta­tus da Ap­ple. Os pa­ga­men­tos com es­te car­tão fí­si­co tam­bém nos de­po­si­tam di­nhei­ro na con­ta: 1%.

MAIS NO­VI­DA­DES EM JU­NHO

Nes­ta apre­sen­ta­ção da Ap­ple não foi anun­ci­a­do qual­quer no­vo hard­ware: no­vos iPads e AirPods ti­nham che­ga­do às lo­jas uma se­ma­na an­tes, o que fez com que es­ta key­no­te fi­cas­se in­tei­ra­men­te cen­tra­da no di­gi­tal. Ago­ra, e se não hou­ver um even­to es­pe­ci­al mar­ca­do em ci­ma da ho­ra, a Ap­ple vol­ta aos pal­cos em Ju­nho (de 3 a 7), na sua con­fe­rên­cia WWDC, on­de de­ve­rá mos­trar ape­nas o no­vo iOS. Só de­pois do Ve­rão é que de­ve­mos ter no­vi­da­des nos equi­pa­men­tos da ma­çã, quan­do for al­tu­ra de anun­ci­ar os no­vos mo­de­los de iPho­ne.

O ser­vi­ço que vai con­cor­rer com a Net­flix, a HBO, o Ama­zon Pri­me Vi­deo e o fu­tu­ro Dis­ney Plus cha­ma-se Ap­ple TV+ e vai che­gar no Ou­to­no a cem paí­ses, on­de de­ve es­tar Por­tu­gal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.