Phi­lips 499P9H

PC Guia - - LAB - PEDRO TRÓIA

Exis­tem mo­ni­to­res gran­des e de­pois há o Phi­lips 499P9H. Es­te tem 48 po­le­ga­das com 32:9 de rá­cio, o equi­va­len­te a, sen­si­vel­men­te, a dois mo­ni­to­res de 27 po­le­ga­das la­do a la­do, o se­tup que es­te mo­ni­tor tem o ob­jec­ti­vo de subs­ti­tuir. O pai­nel VA LED cur­vo es­tá cer­ti­fi­ca­do com a nor­ma HDR 400 e, pa­ra quem qui­ser jo­gar, ofe­re­ce com­pa­ti­bi­li­da­de Fre­esync da AMD. Além das ha­bi­tu­ais en­tra­das HDMI, Dis­playPort e USB 3.1, exis­te tam­bém uma entrada USB Ty­pe-C pa­ra que se con­si­gam li­gar com­pu­ta­do­res por­tá­teis. Mais que re­ce­ber o si­nal de ví­deo, ser­ve tam­bém pa­ra trans­for­mar o mo­ni­tor num hub USB e ain­da há uma pla­ca de re­de com fi­os que po­de ser usa­da atra­vés de uma to­ma­da RJ-45. O Phi­lips 499P9H tem uma câmara com­pa­tí­vel com o sis­te­ma de au­ten­ti­ca­ção Windows Hel­lo que per­mi­te fa­zer o re­co­nhe­ci­men­to fa­ci­al do uti­li­za­dor, pa­ra que es­te não te­nha de in­se­rir a pas­sword ca­da vez que qui­ser usar o PC. A qua­li­da­de de ima­gem (re­so­lu­ção de 5120 x 1440. ) des­te mo­ni­tor é so­ber­ba: as co­res são pro­fun­das e tu­do é bas­tan­te rá­pi­do. Ini­ci­al­men­te, o ta­ma­nho do pai­nel pa­re­ce al­go exa­ge­ra­do: a lar­gu­ra é tal que, por ve­zes, tra­ba­lhar no Phi­lips 499P9H as­se­me­lha-se a um jogo de té­nis - mas ra­pi­da­men­te nos ha­bi­tu­a­mos e de­pois é tu­do com­ple­ta­men­te na­tu­ral. A lar­gu­ra tor­na-se ide­al pa­ra ter vá­ri­as pá­gi­nas aber­tas ao mes­mo tem­po ou ter uma fo­lha de cál­cu­lo com vá­ri­as de­ze­nas de co­lu­nas sem­pre vi­sí­veis. No en­tan­to exis­tem al­guns pro­ble­mas, que pas­sam to­dos pe­la in­ter­fa­ce USB. Mui­tos dos pe­ri­fé­ri­cos que ten­tei li­gar ao mo­ni­tor não fo­ram re­co­nhe­ci­dos e, dos que fo­ram, al­guns dei­xa­ram de fun­ci­o­nar de vez em quan­do. Quase de cer­te­za que estes pro­ble­mas têm que ver com a fun­ção de ges­tão de ener­gia das por­tas USB, por­que de­pois de a des­li­gar, atra­vés do sis­te­ma de con­fi­gu­ra­ção do mo­ni­tor, tu­do fi­cou a fun­ci­o­nar me­lhor. Mas, ain­da as­sim, al­guns dis­po­si­ti­vos re­cu­sa­ram-se sem­pre a tra­ba­lhar co­mo de­ve ser.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.