UM FU­TU­RO MA­DE IN CHI­NA

PC Guia - - ON - Alex Ga­me­la @alex­ga­me­la

Mais de um ter­ço de to­dos os pro­du­tos fa­bri­ca­dos pa­ra ex­por­ta­ção são chi­ne­ses. Des­de com­po­nen­tes a ar­ti­gos com­ple­tos, de to­das as qua­li­da­des e fei­ti­os, a Chi­na faz. É a se­gun­da eco­no­mia mais po­de­ro­sa do pla­ne­ta e deverá eclip­sar a dos EUA por vol­ta de 2050.

‘Fa­zer a Amé­ri­ca gran­de ou­tra vez’ pa­re­ce ser uma uto­pia a mé­dio pra­zo.

Es­te cres­ci­men­to jus­ti­fi­ca-se pe­la for­ça do nú­me­ros - um quar­to dos qua­se três mil mi­lhões e meio de tra­ba­lha­do­res mun­di­ais são chi­ne­ses - mais de 800 mi­lhões con­tra 240, em to­da a União Eu­ro­peia.

Mais tra­ba­lha­do­res, me­lho­res sa­lá­ri­os, uma eco­no­mia flo­res­cen­te, re­gras la­bo­rais e am­bi­en­tais mui­to pró­pri­as, uma clas­se mé­dia em cres­ci­men­to ex­po­nen­ci­al e a sua po­lí­ti­ca cen­tra­li­za­da e pa­ci­en­te de ex­pan­são vão fa­zer da Chi­na o ti­tã do sé­cu­lo XXI.

Es­te gru­po ét­ni­co de tra­di­ção mu­çul­ma­na es­tá a ser ser vi­gi­a­do e ca­ta­lo­ga­do des­de os da­dos ge­né­ti­cos às ex­pres­sões fa­ci­ais

Per­gun­tem ao Go­o­gle se a Chi­na é uma de­mo­cra­cia e te­nham uma be­la dor de ca­be­ça. Nas pa­la­vras dos seus lí­de­res, a Chi­na é uma ‘di­ta­du­ra de­mo­crá­ti­ca po­pu­lar’.

Uma “de­mo­cra­cia” lon­ge dos câ­no­nes clás­si­cos oci­den­tais, em que a pa­la­vra ‘di­ta­du­ra’ é o que so­bres­sai. Per­gun­to-me se es­ta não se­rá a gran­de ex­por­ta­ção chi­ne­sa do fu­tu­ro.

Os Uighur são as co­bai­as da no­va or­dem ma­de in Chi­na. Es­te gru­po ét­ni­co de tra­di­ção mu­çul­ma­na es­tá a ser ser vi­gi­a­do e ca­ta­lo­ga­do des­de os da­dos ge­né­ti­cos às ex­pres­sões fa­ci­ais, prá­ti­cas dig­nas das me­lho­res fic­ções dis­tó­pi­cas.

Até os ci­da­dãos de ple­no di­rei­to já têm um sis­te­ma de re­pu­ta­ção so­ci­al, com pon­tos. Vi­gi­lân­cia das mas­sas, em mas­sa. A for­ça dos nú­me­ros.

Fi­quem com mais es­te: em 2017, os chi­ne­ses in­ves­ti­ram qua­se 90% do PIB de Portugal em câ­ma­ras de vi­gi­lân­cia. Se fo­rem à Chi­na sor­ri­am pa­ra uma, há 173 mi­lhões de­las. Ou en­tão sor­ri­am pa­ra a vos­sa. De cer­te­za que foi fei­ta lá.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.