An­dreia Mar­ques Pereira

Publico - Fugas - - PROTAGONISTA -

Por es­tes di­as, a Her­da­de da Pa­che­ca de­ve­rá es­tar pin­ta­da de ver­me­lho. Co­mo se se hou­ve­ra trans­for­ma­do no jar­dim da

Rai­nha de Co­pas e os jar­di­nei­ros ti­ves­sem con­se­gui­do ter­mi­nar de pin­tar de ver­me­lho as ro­sas bran­cas que equi­vo­ca­da­men­te ha­vi­am plan­ta­do. Ou co­mo se fos­se um oce­a­no de ár­vo­res de Natal com gran­des e lus­tro­sas bo­las ver­me­lhas. Mas não há ro­sas ou bo­las, e é So­fia Ribeiro quem ima­gi­na as­sim os 16 hec­ta­res de ro­mã­zei­ras que cul­ti­va, com a mãe, Ce­les­te Ribeiro, às por­tas de Es­tre­moz. Se­ri­am elas as rai­nhas de co­pas nes­te ce­ná­rio, mas as ro­mãs não se “pin­tam” por or­dem (ou me­do) de­las; “pin­tam-se” pe­la or­dem da na­tu­re­za e elas cui­dam pa­ra que es­sa or­dem não se de­sor­de­ne. Ro­mã ver­me­lha, ro­mã a co­lher nes­te can­to do Alentejo, ro­de­a­do de oli­vais e vi­nhas por to­dos os la­dos.

Não foi pe­la ro­mã que mãe e fi­lha mu­da­ram de vi­da, mas foi ela que lhes ar­re­ba­tou o co­ra­ção — e de al­gu­ma for­ma as de­vol­veu à ter­ra. Al­go que, na ver­da­de, já cor­ria na fa­mí­lia. Os pais de Ce­les­te eram agri­cul­to­res, em Na­riz, al­deia per­to de Avei­ro, e am­bas cres­ce­ram aí, sem­pre com um, ou dois, pés na ter­ra. “O meu pai emi­grou em 1951, eu fi­quei com a mi­nha mãe, que era quem tra­ta­va das vi­nhas, das ba­ta­tas, do mi­lho, dos ani­mais. Eu ia e aju­da­va por­que era obri­ga­da”, re­cor­da Ce­les­te, os dois pés na ter­ra. Da “obri­ga­ção” fi­cou a “li­ga­ção” e o “ins­tin­to in­crí­vel”, cha­ma-lhe So­fia: “Po­dem vir téc­ni­cos, mas o que ela diz...

Não se en­ga­na”. So­fia tem uma li­ga­ção mais emo­ci­o­nal com a ter­ra — ti­nha um pé ne­la, di­ría­mos. “Pas­sei mui­to tem­po com os meus avós na in­fân­cia e a re­cor­da­ção mais bo­ni­ta que te­nho li­ga­da à ter­ra, e ao amor, é de an­dar com o meu avô

Ribeiro no la­ran­jal, ele a co­lher di­rec­ta­men­te das ár­vo­res, abrir e dar-me a co­mer la­ran­jas.”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.