Fun­chal no Top 10 dos con­ce­lhos na­ci­o­nais com as ca­sas mais ca­ras

Publico - Imobiliario - - Oportunidades - Su­sa­na Cor­reia

O Fun­chal é o úni­co mu­ni­cí­pio que não se si­tua na Área Me­tro­po­li­ta­na de Lis­boa (AM Lis­boa) ou no Algarve a cons­tar no Top 10 das ca­sas mais ca­ras em Por­tu­gal, de acor­do com os da­dos de ha­bi­ta­ção à es­ca­la lo­cal di­vul­ga­dos re­cen­te­men­te pelo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­ta­tís­ti­ca (INE). Com um pre­ço me­di­a­no de ven­da de ha­bi­ta­ção de 1.328 eu­ros/m2 , a ci­da­de ma­dei­ren­se ocu­pa pre­ci­sa­men­te a 10ª po­si­ção nes­ta lis­ta ci­mei­ra on­de as ca­sas atin­gi­ram, no 3º tri­mes­tre de 2017, os va­lo­res mais ele­va­dos a ní­vel na­ci­o­nal. Lis­boa e Cascais li­de­ram, sen­do a ca­pi­tal o úni­co con­ce­lho em Por­tu­gal on­de es­te va­lor su­pe­ra os 2.000 eu­ros/m2 (mais pre­ci­sa­men­te 2.315 eu­ros/m2 ). Oei­ras é o ou­tro mu­ni­cí­pio da AM Lis­boa que in­te­gra es­ta lis­ta de 10, sen­do os res­tan­tes 6 con­ce­lhos lo­ca­li­za­dos no Algarve, com Lou­lé a des­ta­car-se na 3ª po­si­ção. Os pre­ços das ca­sas no Fun­chal apre­sen­tam um di­fe­ren­ci­al de cer­ca de -43% fa­ce a Lis­boa e de -22% fa­ce a Lou­lé (1.704 eu­ros/m2 ), o con­ce­lho al­gar­vio mais ca­ro.

Tam­bém no con­tex­to da Re­gião Au­tó­no­ma da Ma­dei­ra, o Fun­chal evi­den­cia-se, apre­sen­tan­do um va­lor cer­ca de 21% aci­ma dos pre­ços apu­ra­dos pa­ra o to­tal re­gi­o­nal (1.094 eu­ros/m2 ), es­tan­do mes­mo com um di­fe­ren­ci­al que su­pe­ra os 800 eu­ros/ m2 fa­ce ao mu­ni­cí­pio ma­dei­ren­se on­de a ha­bi­ta­ção é mais ba­ra­ta, no­me­a­da­men­te San­ta­na, com pre­ços me­di­a­nos a ron­dar os 518 eu­ros/m2 .

Já re­la­ti­va­men­te à evo­lu­ção dos pre­ços, a su­bi­da foi de cer­ca de 4% fa­ce ao pe­río­do ho­mó­lo­go, uma mag­ni­tu­de que con­fir­ma o sen­ti­men­to do mer­ca­do. “De­pois de um pe­río­do em que os pre­ços das ca­sas des­ce­ram, que si­tu­a­ria en­tre 2008 e 2012, o per­cur­so nos últimos anos tem si­do de su­bi­da, em­bo­ra ain­da nu­ma ló­gi­ca de ajus­ta­men­to aos va­lo­res an­te­ri­o­res”, co­men­ta Jo­sé Moniz, ge­ren­te da MCM Imo­bi­liá­ria ao Pú­bli­co. Tam­bém Car­los Nunes, Res­pon­sá­vel de Ven­das – Re­ta­lho Sul da Di­re­ção de Ne­gó­cio Imobiliário do Mil­len­nium bcp, con­si­de­ra que “os va­lo­res de mer­ca­do (no Fun­chal, no úl­ti­mo ano) têm vin­do a ter uma evo­lu­ção po­si­ti­va, si­tu­a­ção que se de­ve­rá man­ter”.

O bom mo­men­to de mer­ca­do es­tá na ba­se des­ta evo­lu­ção. “Há se­me­lhan­ça do que tem vin­do a acon­te­cer em to­do o país, tam­bém na Ma­dei­ra e mui­to par­ti­cu­lar­men­te no Fun­chal, o mer­ca­do imobiliário apre­sen­ta­se mui­to di­nâ­mi­co, com a pres­são com­pra­do­ra a su­pe­rar lar­ga­men­te a ven­de­do­ra”, diz Car­los Nunes. Os nú­me­ros re­fe­ren­tes às tran­sa­ções na re­gião pa­re­cem con­fir­mar es­te di­na­mis­mo, com a Ma­dei­ra a re­gis­tar o mai­or crescimento na­ci­o­nal no nú­me­ro de ca­sas ven­di­das no acu­mu­la­do de ja­nei­ro a se­tem­bro de 2017. De acor­do com da­dos do INE, nes­tes no­ve me­ses fo­ram tran­sa­ci­o­na­das 2.085 ca­sas na re­gião, ou se­ja, mais 26% do que as cer­ca de 1.640 ven­di­das no mes­mo pe­río­do do ano an­te­ri­or. No to­tal, as tran­sa­ções as­cen­de­ram a 250 mi­lhões de eu­ros, não se en­con­tran­do nos últimos 8 anos um vo­lu­me su­pe­ri­or (nos pe­río­dos acu­mu­la­dos de ja­nei­ro a se­tem­bro).

MIL­LEN­NIUM BCP

O mer­ca­do imobiliário do Fun­chal atra­ves­sa um bom mo­men­to, com uma pro­cu­ra re­si­den­ci­al em crescimento. A ofer­ta man­tém-se, con­tu­do, bas­tan­te li­mi­ta­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.