Es­tu­dos em Re­a­bi­li­ta­ção do Pa­tri­mó­nio Edi­fi­ca­do abriu no­va fa­se de can­di­da­tu­ras

Es­tá a de­cor­rer a se­gun­da fa­se de can­di­da­tu­ras à 6.ª edi­ção do cur­so de Es­tu­dos Avan­ça­dos em Re­a­bi­li­ta­ção do Pa­tri­mó­nio Edi­fi­ca­do, que con­ta com o apoio ins­ti­tu­ci­o­nal do IHRU.

Publico - Imobiliario - - Novos Projetos Imobiliários Na Ru -

O Cur­so de Es­tu­dos Avan­ça­dos em Re­a­bi­li­ta­ção do Pa­tri­mó­nio Edi­fi­ca­do, or­ga­ni­za­do pe­lo de­par­ta­men­to de En­ge­nha­ria Ci­vil, da Fa­cul­da­de de En­ge­nha­ria da Uni­ver­si­da­de do Por­to, e cu­ja se­gun­da fa­se de can­di­da­tu­ra es­tá ago­ra a de­cor­rer, tem co­mo ob­je­ti­vo “for­ne­cer uma pre­pa­ra­ção tec­no­ló­gi­ca só­li­da no do­mí­nio da En­ge­nha­ria Ci­vil e da Ar­qui­te­tu­ra, pa­ra a par­ti­ci­pa­ção em equi­pas mul­ti­dis­ci­pli­na­res ne­ces­sá­ri­as nas in­ter­ven­ções de re­a­bi­li­ta­ção do pa­tri­mó­nio edi­fi­ca­do”. Tra­ta-se de um di­plo­ma com for­ma­ção na área das cons­tru­ções, das es­tru­tu­ras, dos ma­te­ri­ais, do pla­ne­a­men­to, da ge­o­tec­nia e da ar­qui­te­tu­ra e des­ti­na-se a En­ge­nhei­ros Ci­vis e Ar­qui­te­tos que te­nham com­ple­ta­do o 2º ci­clo do no­vo mo­de­lo de Bo­lo­nha ou que pos­su­am 300 ECTS (an­ti­gos li­cen­ci­a­dos).

A con­clu­são com apro­va­ção do Cur­so EARPE da­rá direito à emis­são de um di­plo­ma (não con­fe­ren­te de grau) emi­ti­do pe­la Fa­cul­da­de de En­ge­nha­ria da Uni­ver­si­da­de do Por­to. Aos alu­nos que ape­nas com­ple­tem al­gu­mas uni­da­des cur­ri­cu­la­res se­rá emi­ti­da uma cer­ti­dão com­pro­va­ti­va de frequên­cia com apro­va­ção des­sas dis­ci­pli­nas. “A re­a­bi­li­ta­ção do pa­tri­mó­nio edi­fi­ca­do é um dever da so­ci­e­da­de e uma opor­tu­ni­da­de de de­sen­vol­vi­men­to pa­ra o se­tor da cons­tru­ção. O le­que de in­ter­ven­ções pos­sí­veis é mui­to alar­ga­do, in­cluin­do a pre­ser­va­ção do pa­tri­mó­nio mo­nu­men­tal, a re­a­bi­li­ta­ção de edi­fí­ci­os an­ti­gos e a re­so­lu­ção de pa­to­lo­gi­as de edi­fí­ci­os mais re­cen­tes. A in­ter­ven­ção no pa­tri­mó­nio edi­fi­ca­do, quan­do efe­tu­a­da cor­re­ta­men­te, per­mi­te tam­bém ga­nhos ao ní­vel da sus­ten­ta­bi­li­da­de, du­ra­bi­li­da­de, efi­ci­ên­cia ener­gé­ti­ca e con­for­to”, lê-se na apre­sen­ta­ção do es­tu­do. “A Fa­cul­da­de de En­ge­nha­ria da Uni­ver­si­da­de do Por­to, atra­vés do De­par­ta­men­to de En­ge­nha­ria Ci­vil, é re­co­nhe­ci­da­men­te um cen­tro de ex­ce­lên­cia em di­ver­sos do­mí­ni­os téc­ni­co-ci­en­tí­fi­cos, em par­ti­cu­lar no do­mí­nio da Re­a­bi­li­ta­ção do Pa­tri­mó­nio Edi­fi­ca­do”, re­al­çam.

O Cur­so de Es­tu­dos Avan­ça­dos em Re­a­bi­li­ta­ção do Pa­tri­mó­nio Edi­fi­ca­do (EARPE), com a du­ra­ção de um ano le­ti­vo, per­mi­te as­sim que os es­tu­dan­tes ob­te­nham com­pe­tên­ci­as pa­ra a in­ter­ven­ção no pa­tri­mó­nio, po­den­do op­tar por dois mo­de­los. O mo­de­lo A, um con­jun­to de do­ze uni­da­des cur­ri­cu­la­res que as­se­gu­ram 60 ECTS. E o mo­de­lo B, com um con­jun­to de seis uni­da­des cur­ri­cu­la­res que as­se­gu­ram 30 ECTS, com­ple­men­ta­das por um pro­je­to/dis­ser­ta­ção va­lo­ri­za­do em 30 ECTS.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.