Se­gun­da pres­ta­ção do IMI de­ve ser pa­ga até 31 de ju­lho

Os pro­pri­e­tá­ri­os cu­jo mon­tan­te de im­pos­to de­vi­do se­ja su­pe­ri­or a 500 eu­ros, têm até ao fi­nal do mês pa­ra pro­ce­der ao pa­ga­men­to da se­gun­da pres­ta­ção do Im­pos­to Mu­ni­ci­pal so­bre Imó­veis (IMI)

Publico - Imobiliario - - Atualidade -

su­pe­ri­or a 500 eu­ros po­de ser pa­go em três pres­ta­ções, nos me­ses de abril, ju­lho e no­vem­bro.

As­sim, a pres­ta­ção a pa­gar até ao fi­nal des­te mês afe­ta ape­nas os con­tri­buin­tes cu­jo mon­tan­te de im­pos­to de­vi­do ex­ce­da os 500 eu­ros.

O IMI in­ci­de so­bre o va­lor pa­tri­mo­ni­al tri­bu­tá­rio dos pré­di­os ur­ba­nos (in­cluin­do os ter­re­nos pa­ra cons­tru­ção) e rús­ti­cos si­tu­a­dos em ter­ri­tó­rio por­tu­guês e é de­vi­do, em re­gra, pe­lo seu pro­pri­e­tá­rio, usu­fru­tuá­rio ou su­per­fi­ciá­rio.

O im­pos­to po­de ser pa­go nos bal­cões dos CTT, nas te­sou­ra­ri­as dos Ser­vi­ços de Fi­nan­ças, aos bal­cões de ins­ti­tui­ções ban­cá­ri­as com pro­to­co­lo fir­ma­do com a Au­to­ri­da­de Tri­bu­tá­ria e Adu­a­nei­ra (AT), atra- vés dos ser­vi­ços de ho­me ban­king, ou ain­da atra­vés da re­de de cai­xas mul­ti­ban­co. Des­de mar­ço des­te ano es­tá tam­bém dis­po­ní­vel, no Por­tal das Fi­nan­ças, a op­ção de pa­ga­men­to do IMI por dé­bi­to di­re­to.

Ca­so o con­tri­buin­te não pa­gue o im­pos­to den­tro do pra­zo le­gal­men­te es­ta­be­le­ci­do são de­vi­dos ju­ros de mo­ra.

NU­NO FER­REI­RA SAN­TOS

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.