APEMIP pre­vê que tran­sa­ções de habitação che­guem às 170 mil

Es­te ano, a ven­da de ca­sas em Por­tu­gal de­ve­rá atin­gir um no­vo re­cor­de de 170 mil fo­gos, cal­cu­la a APEMIP

Publico - Imobiliario - - Atualidade -

Nos pri­mei­ros 5 me­ses do ano, fo­ram emi­ti­das 122.317 cer­ti­dões de re­gis­to de com­pra e ven­da de imó­veis, de acor­do com os da­dos do Mi­nis­té­rio da Jus­ti­ça ci­ta­dos pe­lo DN. Pe­ran­te os nú­me­ros, a APEMIP es­ti­ma que as ven­das ul­tra­pas­sem as 170.000 tran­sa­ções, cer­ca de 10% aci­ma das 153.292 ope­ra­ções re­gis­ta­das no to­tal de 2017.

A mai­o­ria des­tas tran­sa­ções di­rá res­pei­to a fo­gos usa­dos, já que a cons­tru­ção no­va con­ti­nua a ser uma ne­ces­si­da­de do mer­ca­do, ape­sar de es­tar a au­men­tar e po­der atin­gir es­te ano as 17.000 uni­da­des. Tan­to a APEMIP co­mo a AICCOPN es­ti­mam que se­ja ne­ces­sá­rio co­lo­car cer­ca de 70.000 no­vas ca­sas no mer­ca­do pa­ra que os pre­ços pos­sam ajus­tar-se.

Luís Li­ma, pre­si­den­te da APEMIP, as­si­na­la que a fal­ta de stock é uma das ra­zões pa­ra a su­bi­da dos pre­ços: “há ca­da vez mai­or di­fi­cul­da­de em en­con­trar ati­vos. O stock em Lis­boa e no Por­to es­tá a fi­car es­go­ta­do”. Pro­mo­ver ou­tras zo­nas do país é uma das so­lu­ções.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.