CML ar­ran­ca in­ves­ti­men­to de 90 mi­lhões em ren­das aces­sí­veis

Publico - Imobiliario - - Atualidade -

A Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal de Lis­boa lan­çou a pri­mei­ra pe­dra de um no­vo pro­je­to ca­ma­rá­rio do Pro­gra­ma de Ren­da Aces­sí­vel, num in­ves­ti­men­to glo­bal de 90 mi­lhões de eu­ros.

Já ar­ran­cou a Ope­ra­ção In­te­gra­da de En­tre­cam­pos, o no­vo pro­je­to ca­ma­rá­rio do Pro­gra­ma de Ren­da Aces­sí­vel, num in­ves­ti­men­to glo­bal de 90 mi­lhões de eu­ros. “Dez anos de­pois dos úl­ti­mos apar­ta­men­tos cons­truí­dos pe­la EPUL, pa­ra jo­vens e clas­se mé­dia, a Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal de Lis­boa re­to­ma a cons­tru­ção de ha­bi­ta­ção no cen­tro da ci­da­de”, re­fe­re a au­tar­quia.

Es­tá em cau­sa um em­pre­en­di­men­to na Avenida das For­ças Ar­ma­das, par­te da Ope­ra­ção In­te­gra­da de En­tre­cam­pos, o pri­mei­ro de cin­co lo­tes que vão per­fa­zer um to­tal de 476 ha­bi­ta­ções e vá­ri­os equi­pa­men­tos so­ci­ais de apoio, “que de­ve­rão es­tar em obra até ao fi­nal do ano”.

Ar­ran­ca, pa­ra já, uma pri­mei­ra fa­se do pro­je­to, com um pra­zo de exe­cu­ção de 16 me­ses, num to­tal de 128 fo­gos, num in­ves­ti­men­to de 14 mi­lhões de eu­ros.

O pon­ta­pé de saí­da foi da­do es­ta sex­ta-fei­ra, dia 24 de ju­lho, pe­lo pre­si­den­te da CML, Fernando Me­di­na. “Da­qui a cer­ca de ano e meio nós te­re­mos cen­te­nas de pes­so­as, jo­vens e fa­mí­li­as da clas­se mé­dia, que sem es­te pro­je­to [Ren­da Aces­sí­vel], sem a ini­ci­a­ti­va da câ­ma­ra, não te­ri­am es­ta opor­tu­ni­da­de [de vi­ver no cen­tro da ci­da­de]”, afir­mou o au­tar­ca.

Os fo­gos fi­ca­rão na pos­se da au­tar­quia, “ga­ran­tin­do uma bol­sa de fo­gos pa­ra fa­mí­li­as com ren­di­men­tos in­ter­mé­di­os, que não con­se­guem ace­der ao mer­ca­do de ar­ren­da­men­to pri­va­do”, po­de ain­da ler-se no web­si­te da CML.

Par­te do PRA in­clui a pro­mo­ção de ofer­ta pú­bli­ca de ha­bi­ta­ção, na qual se in­te­gra es­te pro­je­to de En­tre­cam­pos, e que já tem em pro­mo­ção cer­ca de 300 mi­lhões de eu­ros. Na ver

Ar­ran­ca, pa­ra já, uma pri­mei­ra fa­se do pro­je­to, com um pra­zo de exe­cu­ção de 16 me­ses, num to­tal de 128 fo­gos, num in­ves­ti­men­to de 14 mi­lhões de eu­ros

ten­te da par­ce­ria com pri­va­dos, só es­te ano de­ve­rão ser lan­ça­dos con­cur­sos no va­lor de 425 mi­lhões de eu­ros em vá­ri­as lo­ca­li­za­ções da ci­da­de, no­me­a­da­men­te no Pa­ço da Rai­nha, Par­que das Na­ções, Res­te­lo, Olai­as, Ben­fi­ca ou Al­to da Aju­da.

Ri­car­do Ve­lu­do, ve­re­a­dor do Ur­ba­nis­mo, no­tou du­ran­te a Se­ma­na da Re­a­bi­li­ta­ção Ur­ba­na de Lis­boa que o PRA da CML “é um dos prin­ci­pais pi­la­res de po­lí­ti­ca pú­bli­ca de ha­bi­ta­ção e ur­ba­nis­mo. Des­ti­na-se so­bre­tu­do aos jo­vens e à clas­se mé­dia, que que­re­mos que con­ti­nu­em a vi­ver no cen­tro de Lis­boa, de­pois de vá­ri­os anos de su­bi­da de pre­ços que não fo­ram ajus­ta­das aos ren­di­men­tos das fa­mí­li­as”.

Se­guin­do es­te ob­je­ti­vo, a CML lan­çou tam­bém re­cen­te­men­te, e já no con­tex­to da pan­de­mia, o Pro­gra­ma Ren­da Se­gu­ra, que vi­sa ar­ren­dar imó­veis a pri­va­dos e su­bar­ren­dá-los a pre­ços aces­sí­veis, no­me­a­da­men­te imó­veis de alo­ja­men­to lo­cal atu­al­men­te va­zi­os.

DR

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.