PO­LI­TÓ­LO­GOS NÃO TÊM DÚ­VI­DAS: Bruno de Car­va­lho era mais Trump e Sou­sa Cin­tra é mais Oba­ma

Publico - Inimigo - - ATÉ NÓS JÁ SÓ FALAMOS DE BOLA - JH

Os mai­o­res es­pe­ci­a­lis­tas do mun­do in­tei­ro es­tão a acom­pa­nhar as elei­ções do Spor­ting com mui­ta aten­ção e a fa­zer com­pa­ra­ções com a si­tu­a­ção po­lí­ti­ca nos Es­ta­dos Uni­dos. “Bruno de Car­va­lho é o Trump. De­ma­go­gia, po­pu­lis­mo, ima­tu­ri­da­de, so­ci­o­pa­tia, ego­ma­nia e ver­bor­reia des­con­tro­la­da nas re­des so­ci­ais. Sou­sa Cin­tra lem­bra-me Ba­rack Oba­ma. Se­re­ni­da­de, au­ten­ti­ci­da­de, ca­ris­ma, sor­ri­so fá­cil, op­ti­mis­mo. Yes we can. E is­to tu­do com o Jo­sé Pe­sei­ro a trei­na­dor. Frederico Varandas é a Hil­lary Clin­ton. Son­si­nho, es­pe­ci­a­lis­ta em vá­ri­os as­sun­tos, an­da há mui­tos anos a mo­vi­men­tar-se pe­los bas­ti­do­res, li­ga­ções pro­mís­cu­as, sa­be mui­ta coi­sa su­ja mas pa­re­ce que tam­bém se en­vol­veu em cal­dei­ra­das. O Di­as Fer­rei­ra é o Ber­nie San­ders, um ve­lho­te cheio de li­ris­mo que ain­da qu­er ser útil, man­da umas bo­cas mas não pas­sa dis­so. Já o Ricciardi pa­re­ce o Frank Un­derwo­od do Hou­se of Cards. Vis­ce­ral, ma­qui­a­vé­li­co e que de­pois de mui­tos anos na som­bra de ou­tros lí­de­res qu­er ago­ra che­gar a Pre­si­den­te. Luís Fi­li­pe Vi­ei­ra? O do Ben­fi­ca? Fá­cil, es­se é o Pu­tin”, ex­pli­cou o fa­mo­so po­li­tó­lo­go ame­ri­ca­no.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.