Mi­nis­tro Pe­dro Mar­ques con an­te que “Ma­te­ri­al cir­cu­lan­te” ga­nhe a pa­la­vra do ano

Publico - Inimigo - - PRIMEIRA PÀGINA -

O Mi­nis­tro da Fal­ta de Pla­ne­a­men­to e das In­fra­es­tru­tu­ras lá an­da na sua vi­da a eli­mi­nar ho­rá­ri­os, su­pri­mir com­boi­os e a anun­ci­ar in­ves­ti­men­tos pa­ra fa­zer de con­ta que es­tá a fa­zer al­gu­ma coi­sa pa­ra sal­var a fer­ro­via. Mas Pe­dro Mar­ques tem ago­ra um no­vo de­sa o de na­tu­re­za lin­guís­ti­ca pa­ra con­cre­ti­zar até ao nal do cor­ren­te ano e es­tá ex­tre­ma­men­te con an­te. “Es­ta­mos a tra­ba­lhar nu­ma can­di­da­tu­ra pa­ra ven­cer o pri­mei­ro lu­gar da Pa­la­vra do Ano 2018 da Porto Edi­to­ra. Eu é que lan­cei o “Ma­te­ri­al cir­cu­lan­te” e te­nho es­ta­do a re­pe­tir o ter­mo sem­pre que pos­so em to­das as mi­nhas in­ter­ven­ções pú­bli­cas. Gra­ças ao meu es­for­ço, o ter­mo en­trou no vo­ca­bu­lá­rio dos ou­tros po­lí­ti­cos, na co­mu­ni­ca­ção so­ci­al e nas pes­so­as co­muns. “Ma­te­ri­al cir­cu­lan­te” é um su­ces­so, o mai­or

hit do Ve­rão, mui­to mais que a mú­si­ca do Toy do “To­da a noi­te”, da “Ma osa” ou do “Faz gos­to­so”. Vai ser a pri­mei­ra vez que a pa­la­vra do ano es­tá re­la­ci­o­na­da com a fer­ro­via. No tem­po do PSD nin­guém fa­la­va nis­to dos com­boi­os. Es­tou or­gu­lho­so do meu tra­ba­lho. E pa­ra além dis­so, é a pri­mei­ra vez que a pa­la­vra do ano vai ter du­as pa­la­vras. Eu con­si­de­ro que tal fac­to é ex­tre­ma­men­te es­pec­ta­cu­lar, vo­cês não acham?”, di­vul­gou o mi­nis­tro. JH

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.