Varandas aca­ba com dis­tin­ção en­tre só­ci­o­cro­que­te e só­cio-bi­fa­na e diz que a par­tir de ago­ra são to­dos só­cio-ra­ção­de-com­ba­te

Publico - Inimigo - - SÃO CAETANO À LAPA -

Frederico Varandas pro­me­teu unir o Sporting e já anun­ci­ou o fim da tris­te dis­tin­ção en­tre os só­ci­os-cro­que­tes (de Edu­ar­do Barros pa­ra ci­ma) e os só- ci­os-bi­fa­nas (de Jo­sé Edu­ar­do pa­ra bai­xo). O an­ti­go ca­pi­tão das for­ças es­pe­ci­ais por­tu­gue­sas que com­ba­te­ram no Afeganistão quer um clu­be com uma úni­ca ti­po­lo­gia de só­ci­os as­so­ci­a­da a co­mes e be­bes e su­ge­riu que, de ago­ra em di­an­te, to­dos os leões se­jam só­ci­os-ra­ção-de-com­ba­te e só­ci­os-mar­mi­ta-da-Cruz-Ver­me­lha-che­ga­da-de-pá­ra-que­das às-mon­ta­nhas-de-To­ra-Bo­ra. “Co­mo dis­se a Cris­ti­na Fer­rei­ra, quan­do re­ce­beu o che­que de assinatura de con­tra­to das mãos de Bal­se­mão, ‘es­ta­mos jun­tos!’. Vi­va o Sporting!”, de­cla­rou o pre­si­den­te le­o­ni­no ao IP e a Mar­ques Men­des. MB

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.