Fu­ra­cão He­le­ne trans­for­mou-se em tem­pes­ta­de tro­pi­cal e vai che­gar aos Açores trans­for­ma­do em fa­mi­li­ar de Car­los Cé­sar

Publico - Inimigo - - SÃO CAETANO À LAPA -

O pe­ri­go­so fu­ra­cão He­le­ne vai atin­gir os Açores este m-de-se­ma­na já trans­for­ma­do nu­ma mais ino­cen­te tem­pes­ta­de tro­pi­cal, po­den­do ain­da me­ta­mor­fo­se­ar-se em fa­mi­li­ar de Car­los Cé­sar e car mes­mo pe­lo ar­qui­pé­la­go, em­pre­ga­do nal­gu­ma em­pre­sa mu­ni­ci­pal ou co­mo assessor nu­tri­ci­o­nal do Go­ver­no Re­gi­o­nal. O fu­ra­cão He­le­ne vai pro­vo­car uma ra­ja­da de tro­ca­di­lhos nos jor­nais com o tí­tu­lo do ro­man­ce “Mau Tem­po no Ca­nal” de Vitorino Ne­mé­sio, in­cluin­do no “Cor­reio da Ma­nhã” que vai no­ti­ci­ar ain­da que o ro­man­cis­ta foi vis­to na A1 a con­du­zir um ma­ta­ve­lhos al­co­o­li­za­do. O fu­ra­cão que se trans­for­ma em tem­pes­ta­de es­tá a ser de­fen­di­do pe­la co­mu­ni­da­de LGBT co­mo um fe­nó­me­no me­te­o­ro­ló­gi­co trans­gé­ne­ro, não-binário e não sa­be/ não res­pon­de. VE

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.