Ben ca: im­ple­men­ta­do áu­dio-ár­bi­tro pa­ra ana­li­sar es­cu­tas te­le­fó­ni­cas pu­bli­ca­das nos mé­dia

Publico - Inimigo - - O INIMIGO PÚBLICO - JH

De­pois do ví­deo-ár­bi­tro, as ne­ces­si­da­des tec­no­ló­gi­cas do fu­te­bol por­tu­guês vi­ram-se agora pa­ra fo­ra do cam­po on­de to­dos os di­as vá­ri­os lan­ces dis­pu­ta­dos atra­vés de cha­ma­das te­le­fó­ni­cas en­tre di­ri­gen­tes des­por­ti­vos e em­pre­sá­ri­os pre­ci­sam de uma ar­bi­tra­gem ri­go­ro­sa e isen­ta. “Es­tou aqui a ana­li­sar as li­nhas do áu­dio des­ta es­cu­ta te­le­fó­ni­ca pu­bli­ca­da pe­la CMTV. Aqui no mi­nu­to 3 se­gun­do 38 há um cor­te. Foi si­lên­cio? E aque­la tos­se que apa­re­ce ali do na­da sem a pré­tos­se em que a pes­soa ins­pi­ra o ar? Te­nho os softwa­res mais po­de­ro­sos do mun­do que me aju­dam a apu­rar se aque­la fra­se po­lé­mi­ca du­ran­te a con­ver­sa te­ve mes­mo aque­la sequên­cia ou foi edi­ta­da e ti­ra­da do con­tex­to pa­ra ma­ni­pu­lar a men­sa­gem. Não es­tá fá­cil. Sau­da­des do fu­te­bol jo­ga­do. Ti­rar fo­ras-de­jo­go era mui­to mais sim­ples”, con­fes­sou um áu­dio-ár­bi­tro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.