Grau Gra de ten­são en­tre Cos­ta Cos e Mar­ce­lo já es­tá ao ní­veln do pro­gra­ma dos ca­sa­dos cas da SIC

Publico - Inimigo - - O INIMIGO PÚBLICO -

De­pois De­po de vá­ri­os anos com um ca­sa­men­to de so­nho, o pri­mei­ro-mi­nis­tro e o Pre­si­den­te si­den da Re­pú­bli­ca mos­tram ago­ra si­nais de d des­gas­te. Tan­cos sur­ge na vi­da do ca­sal co­mo uma com­bi­na­ção ex­plo­si­va de uma um no­va co­le­ga de tra­ba­lho ma­ro­ta com tu­do t no sí­tio e uma so­gra que me­te o be­de­lho bed em tu­do. Os po­li­tó­lo­gos já com­pa­ram comp a re­la­ção en­tre António Cos­ta e Mar Mar­ce­lo com a de um ca­sal do pro­gra­ma Ca­sa­dos C à Pri­mei­ra Vis­ta da SIC. “O Mar­ce­lo Mar­ce é a Sónia e o Cos­ta é o João. A Sónia ten­tou te tu­do mas já es­tá far­ta da­qui­lo. O Mar­ce­lo Ma não quer fa­lar na­da, mas es­tá sem­pre semp a di­zer que não vai fa­lar na­da. É sem­pre semp ali a mo­er, a mo­er. O João ten­ta, mas não n con­se­gue sa­tis­fa­zê-la e sa­be que a Sónia Són quer que ele vá em­bo­ra. Cos­ta e Mar­ce­lo Mar­ce de­vem fa­zer o mes­mo que eles fi­ze­ram no pro­gra­ma. Eles têm uma Ge­rin­gon­ça pa­ra cui­dar, não po­dem an­dar a brin­car. Eles que fi­quem uns tem­pos em quar­tos se­pa­ra­dos pa­ra con­tro­lar aque­la re­pul­sa vis­ce­ral do Mar­ce­lo. Evi­tem fa­lar so­bre Tan­cos du­ran­te uns tem­pos, não vai re­sol­ver na­da e só agra­va a si­tu­a­ção”, acon­se­lhou um te­ra­peu­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.