Mi­nis­tro Cen­te­no pe­diu pa­ra não lhe pas­sa­rem cha­ma­das do pre­si­den­te do Eu­ro­gru­po Cen­te­no

Publico - Inimigo - - PRIMEIRA PÀGINA -

A re­for­ma do Eu­ro, anun­ci­a­da an­te­on­tem pe­lo pre­si­den­te do Eu­ro­gru­po, dei­xou mar­cas en­tre cer­tas pes­so­as e há re­la­ções que pas­sa­ram da for­ma­li­da­de fria pa­ra o des­pre­zo que só se re­gis­ta, nes­ta in­ten­si­da­de, en­tre um Va­ran­das e um Car­va­lho. O mi­nis­tro por­tu­guês das Fi­nan­ças re­gres­sou a Lis­boa com as ore­lhas a ar­der, e uma lis­ta de exi­gên­ci­as de ri­gor de Bru­xe­las, e pe­diu ao seu pes­so­al de apoio pa­ra não lhe pas­sar cha­ma­das do pre­si­den­te do Eu­ro­gru­po, pe­lo me­nos, até de­pois do Ano No­vo. Diz quem viu o cho­que en­tre os dois vul­tos da mo­e­da úni­ca, que a lin­gua­gem cor­po­ral sem­pre ten­sa do mi­nis­tro des­per­tou des­con­fi­an­ça no in­fle­xí­vel e sem­pre con­fi­an­te pre­si­den­te do Eu­ro­gru­po. De Bru­xe­las é tu­do. A emis­são con­ti­go, João Ade­li­no.

Pre­si­den­te do Eu­ro­gru­po é im­pla­cá­vel com Má­rio Cen­te­no

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.