“Te­mos qua­li­da­de de vi­da em Glas­gow”

Record (Portugal) - - JOGO PARTICULAR -

O que há de bom e mau em vi­ver em Glas­gow?

DC – Te­mos qua­li­da­de de vi­da, tan­to eu co­mo a mi­nha fa­mí­lia es­ta­mos con­ten­tes. O pi­or é mes­mo o tem­po. Com­pa­ran­do com Por­tu­gal en­tão... Mas já es­ta­mos ha­bi­tu­a­dos por­que es­ta­mos cá há um ano e meio. A ci­da­de é fan­tás­ti­ca, bons res­tau­ran­tes, etc.

Che­gou a ter o Bru­no Al­ves, Fá­bio Car­do­so e o Dál­cio co­mo co­le­gas e o Pe­dro Cai­xi­nha co­mo trei­na­dor. Ago­ra es­tá so­zi­nho...

DC – Sim. Mas a pre­sen­ça de­les foi fun­da­men­tal pa­ra a mi­nha adap­ta­ção. Aju­dá­mo-nos uns aos ou­tros e fi­cá­mos to­dos mui­to ami­gos.

Con­du­zir ao con­trá­rio de Por­tu­gal fez-lhe con­fu­são? DC – Cus­tou-me mais qu­an­do ia à bo­leia. A con­du­zir foi es­tra­nho ape­nas nos pri­mei­ros dois, três di­as. De­pois ha­bi­tu­ei-me. E fe­liz­men­te não ti­ve ne­nhum acidente [ri­sos]. *

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.