Record (Portugal)

PUTOS GANHAM PONTOS

CAMPEÕES JOGARAM TODA A PARTIDA COM O MESMO ONZE

- DAVID NOVO

GONÇALO INÁCIO FEZ O PRIMEIRO GOLO

EDUARDO QUARESMA LUTA PARA RESSURGIR

GONÇALO ESTEVES MOSTROU RAÇA E TIAGO FERREIRA PORMENORES

Primeiro, os mais velhos. Adán, de 34 anos, entrou em ação logo aos três minutos a travar um remate de Aylton Boa Morte. O guarda-redes foi a exceção na equipa de miúdos que Rúben Amorim lançou no Algarve. Por exemplo, quando Gonçalo Esteves (17 anos) e Joelson (18) nasceram, Adán já jogava nos juniores do Real Madrid. Idade rima com capacidade e os mais novos mostraram que também são opções: a ousadia de Gonçalo Esteves no flanco direito; a serenidade de Gonçalo Inácio no centro da defesa; a imprevisib­ilidade e velocidade de execução de Tiago Ferreira e Joelson. Sim, claro que cometeram erros, mas os indicadore­s foram muitos positivos. Dois deles, Joelson e Inácio, construíra­m o primeiro golo do Sporting. Um lance perfeito, tanto na execução do livre lateral como no cabeceamen­to. A bola parada desbloqueo­u um jogo que parecia mais complicado para os leões de bola corrida.

A construção começava nos defesas-centrais e seguia para Matheus Nunes ou Daniel Bragança – ou até Paulinho, sempre que baixava no terreno – mas nem sempre o Sporting conseguia dar sequência à jogada. Os desequilíb­rios surgiram, por exemplo, nas ruturas de Matheus Nunes (duas vezes nos primeiros dez minutos) e até Matheus Reis – terminou no remate ao poste. E, também, na participaç­ão ofensiva de Gonçalo Esteves, um miúdo com ‘pedalada’. Porque andou para cima e para baixo no flanco e pelo gesto técnico que repetiu algumas vezes, o de passar as pernas por cima da bola para tentar enganar o adversário.

Atreviment­o e irreverênc­ia para acompanhar nos próximos jogos. Caracterís­ticas que também fazem parte do futebol de Joelson que, do lado esquerdo, criou algum perigo em lances do um para um, principalm­ente quando variou no movimento para dentro ou para fora.

Segunda parte animada

Foi também pelo lado esquerdo que o Sporting sentiu algumas dificuldad­es nos primeiros minutos, um cenário que Ricardo Esgaio foi corrigindo no decorrer do jogo. Na 2ª parte, o Portimonen­se também chegou ao golo num livre lateral, ainda que a bola só tenha entrado à segunda. Perto do fim, Daniel Bragança, o capitão, colocou os leões novamente em vantagem com um toque por cima de Samuel Portugal, uma finalizaçã­o com a classe que caracteriz­a quase todas as ações que realiza. Pouco depois, houve novo empate numa jogada que penaliza o Sporting no geral, por deixar fugir a vitória, e Adán em particular pela mancha na exibição.*

QUARESMA, INÁCIO, GONÇALO ESTEVES, BRAGANÇA, TIAGO FERREIRA E JOELSON FORAM APOSTAS EM SIMULTÂNEO

 ??  ?? RICARDO ESGAIO “Foi muito bom o que fizemos”
RICARDO ESGAIO “Foi muito bom o que fizemos”
 ??  ?? PREJUÍZO. Adán ligado a golo sofrido perto do fim
PREJUÍZO. Adán ligado a golo sofrido perto do fim

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal