Record (Portugal)

DIREÇÃO CHUMBA ENTRADA DE TEXTOR

Encarnados consideram que se trata de uma entidade concorrent­e e vetam o americano

- SÉRGIO KRITHINAS

Está decidido: o Benfica vai chumbar a entrada de John Textor no capital social da SAD. Ao que Record apurou, as águias consideram que o norte-americano representa uma entidade concorrent­e, quer pela intenção de comprar uma percentage­m do Crystal Palace, mas também por ser detentor de escolas de futebol nos Estados Unidos e do canal de ‘streaming’ FuboTV, especializ­ado em transmissã­o de Desporto ao vivo.

Os estatutos da SAD definem entidade concorrent­e como “qualquer entidade, independen­temente da sua forma ou natureza, que desenvolva, no todo ou em parte, atividade que consista na participaç­ão em competiçõe­s profission­ais de futebol, na promoção e organizaçã­o de espetáculo­s desportivo­s ou no fomento ou desenvolvi­mento, ainda que indiretame­nte, de atividades relacionad­as com a prática desportiva profission­alizada da modalidade de futebol em Portugal ou no estrangeir­o”.

Por isso, a direção dos encarnados socorre-se do artigo 13.º dos mesmos estatutos, que, no ponto 2, determina que “é necessária a unanimidad­e dos votos estatutari­amente correspond­entes às ações da categoria A [as ações detidas pelo Benfica]” para que seja aprovada a “aquisição, direta ou indireta, de ações representa­tivas de mais de 2% do capital social da Sociedade por uma entidade concorrent­e”. É isso mesmo que a Direção do Benfica pretende fazer: votar contra essa aquisição, de forma a impedir John Textor de controlar 25 por cento da SAD encarnada. Textor, recorde-se, tinha assinado um contrato-promessa com José António dos Santos, em que este último se comprometi­a a vender-lhe 25 por cento da SAD. Para tal, o ‘Rei dos Frangos’ assinou acordos anteriores outros acionistas, nomeadamen­te Quinta dos Jugais e José Guilherme, para chegar a essa percentage­m.

E mesmo que John Textor concorde comprar a José António dos Santos menos do que os tais 25 por centos contratual­izados, o Benfica já decidiu que irá sempre chumbar a entrada do norte-americano na SAD. Tudo por considerar que todo o processo decorreu de forma “muito pouco transparen­te” e “sem conhecimen­to dos membros da atual Direção”, como disse ao nosso jornal uma fonte conhecedor­a do processo. *

ÁGUIAS CONSIDERAM QUE O PROCESSO FOI CONDUZIDO DE FORMA “MUITO POUCO TRANSPAREN­TE”

 ??  ?? RECUO. Textor já avançara 1 M€ para sinalizar a compra de 25 % da SAD
RECUO. Textor já avançara 1 M€ para sinalizar a compra de 25 % da SAD

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal