Record (Portugal)

“Chegar a Pequim’2008 com 20 anos foi um sonho”

-

Já marcou presença em três Jogos Olímpicos, onde conviveu com grandes atletas. Houve alguma história ou situação que o tenha marcado aí?

MF– Não houve nada em concreto que me tenha marcado, mas sim, são os quartos Jogos em que vou participar. Se contarmos que em Atenas’2004 até marquei presença, porque fui convidado pelo Comité Olímpico de Portugal como esperança, são cinco presenças. Estive 25 dias a acompanhar a delegação portuguesa, o que foi fantástico. Até participei na cerimónia de abertura. Tinha 16 anos e foi uma experiênci­a incrível. E depois qualifique­i-me para Pequim’2008. Não estava à espera. Chegar aos Jogos de Pequim com 20 anos foi um sonho. Parecia impossível um português qualificar-se na modalidade e, também por isso, foi incrível.

Vê-se como uma referência para os mais novos também por esse feito?

MF – Sim, é algo normal. Mas não sou só eu. Os meus colegas de Seleção também têm feito grandes resultados. Os mais novos olham para nós e pedem conselhos por termos sido os pioneiros.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal