Record (Portugal)

“VAI TER SIGNIFICAD­O ESPECIAL”

Natural do Porto, capitão do Sporting mostra-se ansioso por jogar no Rosa Mota e quer dedicar título ao seu treinador

- RAFAEL GODINHO

O Sporting chega a esta final four após eliminar o Barça numa eliminatór­ia épica. Isto aumenta a confiança da equipa?

ÂNGELO GIRÃO – Chegamos num momento agridoce. Nos últimos três jogos para o campeonato tivemos duas derrotas, a equipa não esteve no patamar que deveria ter estado para conseguir a permanênci­a do segundo lugar, mas, da mesma forma que não ficámos agarrados ao facto de termos eliminado o Barcelona, também não ficamos agarrados aos últimos resultados. Estamos preparados

“ROSA MOTA ERA O ÚNICO PAVILHÃO QUE TINHA SONHADO JOGAR E ONDE AINDA NÃO O FIZ”

para entrar na máxima força para vencer o FC Porto.

É natural do Porto. É especial jogar nesta cidade? Alguma vez tinha jogado no Pavilhão Rosa Mota?

AG – Vai ter um significad­o especial. Nunca joguei no Pavilhão Rosa Mota. Era o único pavilhão que tinha sonhado jogar e onde ainda não joguei, daqueles todos que são emblemátic­os.

O Sporting venceu as últimas duas Champions precisamen­te frente ao FC Porto, em 2019 e 2021. Foram os momentos mais altos do Ângelo Girão com a camisola do Sporting?

AG – Foram dos momentos altos que tive no Sporting. Felizmente já tive oportunida­de de conquistar títulos importante­s e até que o clube não tinha. Não faço distinção entre os títulos, sabe sempre bem ganhar, independen­temente do adversário.

Ⓡ O Sporting já tornou oficial a saída do treinador Alejandro Domínguez no final da temporada devido a motivos pessoais. Essa notícia uniu de alguma forma ainda mais a equipa?

AG – A união da equipa nunca esteve em causa. Essa união sempre esteve acima de tudo. Queremos muito ganhar, também para dar uma satisfação ao Alejandro Domínguez neste momento que ele está a atravessar.

*

 ?? ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal