Record (Portugal)

“TEMOS UMA NOVA OPORTUNIDA­DE”

Minhotos chegam ao Porto após perderem final da Taça de Portugal em casa, mas capitão frisa que tristeza está ultrapassa­da

- RAFAEL GODINHO

O OC Barcelos vem de uma final da Taça de Portugal perdida em casa para o FC Porto. Como está a equipa depois dessa desilusão?

LUÍS QUERIDO – Já estamos recuperado­s. Foi um golpe duro, porque as aspirações eram altíssimas. Sobretudo porque jogávamos em casa e porque havia muita adesão do povo barcelense àquela competição. Mas já passou, porque no desporto não há tempo a perder. Temos uma nova oportunida­de de vencer algo grandíssim­o e vamos lutar por isso.

“PASSÁMOS BORRACHA NO PASSADO E ESTAMOS DE NOVO NOS MOMENTOS DE DECISÃO”

Já vi que os adeptos preparam uma grande excursão ao Porto. Há vários autocarros cheios…

LQ – Isto é ser Barcelos. A mim é algo que me enche de orgulho saber que Barcelos se une sempre que estamos numa fase de decisão. Vai haver uma grande excursão e tudo faremos para que se repita no domingo.

O OC Barcelos fez uma grande fase de grupos, passando no 2.º lugar à frente do Forte dei Marmi e do Liceo. Como se explicam os resultados na Champions e a fase regular de campeonato menos conseguida (6.º lugar)?

LQ – É uma realidade que nos custa entender. Como é que nós, na fase regular do campeonato, temos apenas três vitórias fora de portas. É um registo baixíssimo e aquém do esperado. Mas o mais importante vem agora. Passámos uma borracha naquilo que foi passado e estamos nos momentos de decisão.

Venceram os dois jogos frente ao Benfica nos quartos de final. Esperavam, sinceramen­te, vencer na Luz por 5-1?

LQ–Não.Nóssabíamo­sque tínhamos uma grande possibilid­ade nas mãos porque trazíamos uma vantagem de dois golos de Barcelos. Depois de fazermos o 1-0, foram-nos dadas facilidade­squenoutro­jogooBenfi­ca não dariam.

*

 ?? ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal