Bra­sil

Sábado - - SUMÁRIO -

Sér­gio Moro: as po­lé­mi­cas do su­per­mi­nis­tro da Justiça de Bol­so­na­ro

O juiz res­pon­sá­vel pe­la Ope­ra­ção La­va Ja­to se­rá o pró­xi­mo mi­nis­tro da Justiça do Go­ver­no li­de­ra­do pe­lo Pre­si­den­te JairBol­so­na­ro. Do Tri­bu­nal de Cu­ri­ti­ba pa­ra um su­per­mi­nis­té­rio em Bra­sí­lia, sai­ba quem é o ho­mem res­pon­sá­vel­pe­la­pri­são­deLu­la­daSil­va

Tor­nou-se co­nhe­ci­do do

gran­de pú­bli­co e ele­va­do a sím­bo­lo da lu­ta con­tra a cor­rup­ção no Bra­sil de­vi­do ao seu pa­pel no âm­bi­to do pro­ces­so La­va Ja­to, que te­ve iní­cio na 13.ª Va­ra Fe­de­ral de Cu­ri­ti­ba e que em qua­tro anos já con­de­nou 140 pes­so­as.

A po­pu­la­ri­da­de tor­nou-o

tam­bém um al­vo. Foi por vá­ri­as ve­zes ame­a­ça­do e é por es­se motivo que, des­de 2016, an­da per­ma­nen­te­men­te com uma es­col­ta ar­ma­da.

Ago­ra vai li­de­rar

um su­per­mi­nis­té­rio. De­pois de um en­con­tro com Jair Bol­so­na­ro, o Pre­si­den­te elei­to afir­mou te­rem che­ga­do a um acor­do em 100% dos te­mas. Além do Ministério da Justiça, vai acu­mu­lar a pas­ta da Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca e ge­rir a Po­lí­cia Fe­de­ral.

Fi­lho de dois pro­fes­so­res,

nas­ceu a 1 de Agos­to de 1972 no es­ta­do do Pa­ra­ná. For­mou-se em Di­rei­to, em 1995, e tor­nou-se juiz um ano de­pois. Ca­sa­do e com dois fi­lhos, es­pe­ci­a­li­zou-se em cri­mi­na­li­da­de eco­nó­mi­ca, o que lhe valeu, em 2012, um con­vi­te pa­ra au­xi­li­ar no jul­ga­men­to do ca­so Men­sa­lão.

A lí­der do PT, Glei­si Hoff­mann, É tam­bém po­lé­mi­co:

em 2016 obri­gou Lu­la da Sil­va a de­por nu­ma sa­la da Po­lí­cia Fe­de­ral no aeroporto de Con­go­nhas e di­vul­gou uma es­cu­ta de Dil­ma Rous­seff com o ex-Pre­si­den­te que agra­vou a cri­se que le­vou ao im­pe­a­ch­ment

An­tes das elei­ções pre­si­den­ci­ais,

che­gou a ser apon­ta­do co­mo um even­tu­al can­di­da­to. No en­tan­to, fe­chou a porta a es­sa possibilidade. Em 2016 já ti­nha di­to que “ja­mais” en­tra­ria na po­lí­ti­ca e há um ano re­a­fir­mou que tal não “se­ria apro­pri­a­do” por­que iria co­lo­car em dú­vi­da a “in­te­gri­da­de” do seu tra­ba­lho.

mos­trou-se in­dig­na­da com a no­me­a­ção de Moro e su­ge­riu que o ma­gis­tra­do pren­deu Lu­la da Sil­va pa­ra abrir ca­mi­nho à vi­tó­ria de Jair Bol­so­na­ro. “O pro­ces­so que con­de­nou Lu­la é ab­so­lu­ta­men­te po­lí­ti­co. [Lu­la] es­tá pre­so (...) pa­ra não ter si­do can­di­da­to a pre­si­den­te”, dis­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.