Sur­pre­sa e de­si­lu­são

De for­ma ines­pe­ra­da, Bohe­mi­an Rhap­sody e Glenn Clo­se fo­ram os gran­des ven­ce­do­res dos Glo­bos de Ou­ro. E Lady Ga­ga que­ria ou­tra es­ta­tu­e­ta.

Sábado - - ASEMANA - Por Só­nia Ben­to

Os Glo­bos de Ou­ro são me­nos for­mais e mais di­ver­ti­dos do que os Ós­ca­res, até por ha­ver cham­pa­nhe à dis­cri­ção. Mas pa­ra a im­pren­sa in­ter­na­ci­o­nal, a ce­ri­mó­nia da 76ª edi­ção, no pas­sa­do do­min­go, em Be­verly Hills, Ca­li­fór­nia, EUA, foi tal­vez a mais de­sin­te­res­san­te de sem­pre. Pa­ra sur­pre­sa de mui­tos, Glenn Clo­se foi a gran­de ven­ce­do­ra da noi­te, le­van­do o Glo­bo de Me­lhor Atriz de Dra­ma, no seu pa­pel em The Wi­fe .A ve­te­ra­na atriz nor­te-ame­ri­ca­na des­tro­nou as­sim a fa­vo­ri­ta Lady Ga­ga, que le­vou o Glo­bo de Me­lhor Can­ção Ori­gi­nal, com Shal­low, do fil­me As­sim Nas­ce Uma Es­tre­la. A can­to­ra es­ta­va tão con­ven­ci­da que ia le­var a es­ta­tu­e­ta de Clo­se, que nem foi ao pal­co re­ce­ber a sua…

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.