CO­MO COM­BA­TER O AU­MEN­TO DE PE­SO RESISTINDO AO DO­CES DA QUA­DRA

Correio da Manha - Sexta - - Boa Forma Atividade -

POR­TU­GAL É RI­CO EM GAS­TRO­NO­MIA E T E M D O C E S D E NATAL QUE SÃO UMA VER­DA­DEI­RA BOM­BA. Não os co­mer es­tá fo­ra de ques­tão, mas é fun­da­men­tal sa­ber ge­rir de for­ma a não au­men­tar de pe­so. A ati­vi­da­de fí­si­ca aju­da a ate­nu­ar es­ses qui­li­nhos a mais.

Fi­lho­ses, fa­ti­as pa­ri­das e so­nhos são ape­nas al guns dos ‘ pro­ble­mas’ que en­fren­ta­mos no Natal, uma épo­ca tra­di­ci­o­nal­men­te stres­san­te pa­ra al­guns. Não co­mer não de­ve ser op­ção, pois são es­ses do­ces que aju­dam a tor­nar es­ta épo­ca tão es­pe­ci­al. Cer­to é que são to­dos fri tos e com açú­car. Mui­to açú­car. Por is­so, há mais pro­ble­mas do que be­ne­fí­ci­os. As­sim, é pre­ci­so con­tro­lar o pe­so. Se­rá fá­cil che­gar ao fi­nal do ano com mais cin­co ou dez qui­los, o que obri­ga­rá a um mês de exer­cí­cio fí­si co pa­ra vol­tar ao pe­so nor­mal. Ca­da do­ce é uma in­je­ção de açú­car. E há mes­mo quem con­si­de­re o açú­car o ‘ no­vo ta­ba­co’, de­vi­do aos ma­le­fí­ci­os.

ALÉM DOS DO­CES TAM­BÉM O STRESS DAS PRENDAS AJU­DA A DESREGULAR O OR­GA­NIS­MO

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.