Ci­da­de res­pi­ra arte em ca­da re­can­to

Ro­ma ofe­re­ce uma ex­pe­ri­ên­cia des­lum­bran­te

Correio da Manha - Sexta - - Primeira Página -

→ RO­MA É FEI­TA DE UMA BE­LE­ZA QUE NOS CON­SO­ME. Mes­mo mer­gu­lha­da num mar de tu­ris­tas, nun­ca se afun­da e va­le tan­to pe­las su­as im­po­nen­te so­bras de arte, co­mo pe­la sim­pli­ci­da­de do quo­ti­di­a­no. Ca­da dia na ca­pi­tal ita­li­a­na é uma opor­tu­ni­da­de de vi­ver uma ex­pe­ri­ên­cia di­fe­ren­te, mes­mo pas­san­do pe­los mes­mos sí­ti­os. O Panteão é um des­ses lo­cais. Conquista pe­la for­ma co­mo cres­ce en­tre pré­di­os e ru­as aper­ta­das. Tor­na- se nu­ma vi­são di­fe­ren­te a ca­da ho­ra do dia e até a ca­da mu­dan­ça do es­ta­do do tem­po. Is­to por­que na cú­pu­la se en­con­tra uma aber­tu­ra que se dei­xa in­va­dir pe­lo sol, pe­la chu­va e até por pé­ta­las de ro­sas. A úl­ti­ma não de­pen­de da me­te­o­ro­lo­gia e ser­ve pa­ra ce­le­brar o do­min­go de Pen­te­cos­tes, 50 di­as de­pois da Pás­coa.▅

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.