Ra­pa­ri­ga dó­cil não con­se­gue con­tro­lar as pi­o­res emo­ções

CONTROLO DAS SEN­SA­ÇÕES PE­LO MEDO, A REPULSA E A RAIVA, CON­TRA A TRISTEZA E A ALE­GRIA, VÃO TOR­NAR CAÓTICO O DIA A DIA DE UMA MIÚDA CHEIA DE BONDADE

Correio da Manha - Sexta - - A Semana De... -

A MU­DAN­ÇA DE EM­PRE­GO DO PAI DE RILEY OBRIGA TO­DA A FA­MÍ­LIA a mu­dar-se­da ci­da­de on­de sem­pre vi­veu pa­ra se ins­ta­lar em São Francisco. Pa­ra a ra­pa­ri­ga, a mu­dan­ça não po­de­ria ocor­rer em pi­or al­tu­ra, ago­ra que es­tá a en­trar na ado­les­cên­cia.

A Ale­gria, o Medo, a Raiva, a Repulsa e a Tristeza são as cin­co emo­ções que vi­vem no seu cé­re­bro. A Ale­gria ten­ta equi­li­brar es­se es­ta­dos de espírito pa­ra que a vi­da de Riley nun­ca dei­xe de ser fe­liz. Mas, quan­do a Ale­gria e a Tristeza se per­dem no cé­re­bro da me­ni­na, a vi­da de­la fi­ca vi­ra­da do aves­so.

‘ Di­ver­ti­da- Men­te’ é uma das me­lho­res e mais en­ge­nho­sas co­mé­di­as que saí­ram dos estúdios Pi­xar nos úl­ti­mos anos. Vencedor do Ós­car, Glo­bo de Ou­ro e BAF Ta­pa­ra Me­lhor Fil­me de Ani­ma­ção, o fil­me temp re­fe­ren­ci­al­men­te o seu pú­bli­co­pr edil e to nos te­les­pec­ta­do­res mais no­vos. To­da­via, os adul­tos que gos­tam de bom ci­ne­ma tam­bém têm mui­to com que se en­tre­ter.

O fil­me, na sua con­ce­ção, faz uma ho­me­na­gem aos anos de ou­ro dos mu­si­cais da Bro­adway. É, por is­so, uma opor­tu­ni­da­de pa­ra to­dos apre­ci­a­rem o bri­lho e o gla­mour com que es­sas pro­du­ções mar­ca­ram o ci­ne­ma de Hollywood.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.