Ca­ro­li­na Car­va­lho O sal­to pa­ra a fa­ma

A JO­VEM ATRIZ TE­VE O SEU PRI­MEI­RO PA­PEL DE DES­TA­QUE NA NO­VE­LA DA SIC ‘GOL­PE DE SOR­TE’, E CON­SE­GUIU CONQUISTAR O PÚ­BLI­CO POR­TU­GUÊS. CA­RO­LI­NA DEI­XOU DE SER APE­NAS A ‘NAMORADA DE DA­VID CAR­REI­RA’ E PRO­ME­TE CON­TI­NU­AR A DAR CAR­TAS NO MUN­DO DA RE­PRE­SEN­TA­ÇÃO

Correio da Manha - Sexta - - Tv Só Se Fala De .... -

Aos 24 anos, Ca­ro­li­na Car­va­lho al­can­çou uma gran­de pro­je­ção da sua car­rei­ra após ter con­quis­ta­do um pa­pel na no­ve­la da SIC, ‘Gol­pe de Sor­te’, em que deu vi­da à per­so­na­gem Jés­si­ca.

Ca­da vez com mais vi­si­bi­li­da­de, a jo­vem atriz já ca­ti­vou o pú­bli­co por­tu­guês com o seu ta­len­to e sor­ri­so mei­go e pre­ten­de in­ves­tir na sua car­rei­ra pro­fis­si­o­nal. Con­ti­nu­ar a ser pre­sen­ça as­sí­dua na fic­ção é o seu gran­de ob­je­ti­vo e, pa­ra is­so, Ca­ro­li­na já de­ci­diu que o seu fu­tu­ro irá pas­sar pe­lo Bra­sil, on­de pre­ten­de in­ves­tir na sua for­ma­ção en­quan­to atriz e, com is­so, in­gres­sar em no­vos pro­je­tos além-fron­tei­ras. “Iden­ti­fi­co-me mui­to com o Bra­sil e, num fu­tu­ro pró­xi­mo, ima­gi­no-me a ter um pro­je­to lá. Es­tá tu­do a en­ca­mi­nhar-se nes­te sen­ti­do”, con­tou a jo­vem ar­tis­ta a uma pu­bli­ca­ção.

O fac­to de que­rer ir pa­ra o Bra­sil le­va a que Ca­ro­li­na dei­xe em Por­tu­gal a fa­mí­lia, mas pa­ra a atriz da SIC pa­re­ce es­tar tu­do mui­to bem re­sol­vi­do e o so­nho de ser atriz fa­la mais al­to.

Mas ape­sar de o pro­je­to da SIC ter si­do a sua ram­pa de lan­ça­men­to pa­ra a fa­ma, Ca­ro­li­na Car­va­lho tam­bém se tor­nou co­nhe­ci­da e aca­ri­nha­da pe­lo pú

bli­co após as­su­mir o na­mo­ro com Da­vid Car­rei­ra.

O ca­sal, que es­tá jun­to há cer­ca de dois anos, man­te­ve a re­la­ção em se­gre­do du­ran­te lar­gos me­ses e, após ex­por o na­mo­ro, fo­ram vá­ri­as as de­mons­tra­ções de afe­to por par­te dos fãs, que tu­do têm fei­to pa­ra aca­ri­nhar o ca­sal de ar­tis­tas. Ao lon­go dos úl­ti­mos me­ses, Da­vid Car­rei­ra tem si­do um dos prin­ci­pais apoi­os de Ca­ro­li­na e vê na namorada um dos gran­des su­ces­sos na­ci­o­nais.

Além da sua car­rei­ra en­quan­to atriz, Ca­ro­li­na Car­va­lho tam­bém dá car­tas co­mo mo­de­lo e pro­ta­go­ni­za vá­ri­as cam­pa­nhas fo­to­grá­fi­cas em que mos­tra to­da a sua be­le­za e sen­su­a­li­da­de pa­ra lá do pe­que­no ecrã.

MO­MEN­TOS DRAMÁTICOS

Ape­sar de vi­ver mo­men­tos de gran­de fe­li­ci­da­de com to­das as con­quis­tas que tem al­can­ça­do, Ca­ro­li­na Car­va­lho San­tos re­ve­lou re­cen­te­men­te que nem sem­pre foi as­sim e que no pas­sa­do vi­veu um dra­ma que aba­lou to­da a fa­mí­lia que é um dos seus prin­ci­pais pi­la­res. “Quan­do eu ti­nha 15 anos a mi­nha ir­mã [Si­mo­ne] foi di­ag­nos­ti­ca­da com leu­ce­mia. Quan­do lhe foi di­ag­nos­ti­ca­do, já es­ta­va num es­ta­do mui­to avan­ça­do. Ela te­ve de co­me­çar os tra­ta­men­tos ime­di­a­ta­men­te e foi um gran­de cho­que pa­ra to­dos”, re­cor­dou a namorada de Da­vid Car­rei­ra em en­tre­vis­ta ao pro­gra­ma ‘Al­ta De­fi­ni­ção’, da SIC, lem­bran­do que vi­veu mo­men­tos de gran­de amar­gu­ra e tris­te­za. Sen­do a mais ve­lha de seis ir­mãos e com os pais se­pa­ra­dos, Ca­ro­li­na ul­tra­pas­sou pe­río­dos de gran­de fra­gi­li­da­de emo­ci­o­nal, que mar­ca­ram a sua vi­da pa­ra sem­pre.

Atu­al­men­te, a fa­mí­lia vi­ve bas­tan­te uni­da e tem si­do um gran­de apoio no iní­cio da sua car­rei­ra.

A AR­TIS­TA JÁ TEM PLA­NOS PA­RA O FU­TU­RO E PRE­TEN­DE IN­VES­TIR

NA SUA FOR­MA­ÇÃO PRO­FIS­SI­O­NAL NO BRA­SIL

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.