Ar­te­sãos mos­tram tra­ba­lho de afe­tos

A FEI­RA NA­CI­O­NAL DE ARTESANATO DE­COR­RE ATÉ DO­MIN­GO EM VI­LA DO CONDE. UM ES­PA­ÇO PA­RA CO­NHE­CER OS ARTÍFICES E COM ELES APREN­DER AS TÉCNICAS E OS SABERES QUE TÊM PAS­SA­DO AO LON­GO DE GE­RA­ÇÕES

Correio da Manha - Sexta - - Lazer Artesanato -

Ace­râ­mi­ca e a ren­da de bil­ros es­tão em des­ta­que na 42.ª edi­ção da Fei­ra Na­ci­o­nal de Artesanato de Vi­la do Conde, um cer­ta­me que de­cor­re até ao pró­xi­mo do­min­go nos jar­dins da ave­ni­da Jú­lio Gra­ça.

São cer­ca de 200 os ar­te­sãos dis­pos­tos em 11 mil me­tros qua­dra­dos, on­de dão a co­nhe­cer o seu tra­ba­lho e os vi­si­tan­tes po­dem com eles des­co­brir a sua ar­te. A ini­ci­a­ti­va in­te­gra o En­con­tro Na­ci­o­nal de Ce­ra­mis­tas, que in­clui uma exposição e workshops so­bre prá­ti­cas e técnicas.

REN­DA DE BIL­ROS EM DES­TA­QUE

A ren­da de bil­ros es­tá tam­bém em evi­dên­cia, com ar­te­sãs a de­di­lhar os tra­ba­lhos que Vi­la do Conde pre­ser­va e as­su­me co­mo o seu ex-lí­bris.

Pa­ra com­ple­men­tar, as jor­na­das gas­tro­nó­mi­cas são uma re­fe­rên­cia da Fei­ra Na­ci­o­nal de Artesanato. Há pro­pos­tas das di­ver­sas re­giões gas­tro­nó­mi­cas de Por­tu­gal, nu­ma vi­a­gem que atra­ves­sa o País.

PRE­SEN­TES SA­BO­RES DE TO­DO O PAÍS

A ar­te da ce­râ­mi­ca e as ren­das de bil­ros es­tão bem re­pre­sen­ta­das

MOVENOTICI­AS

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.