HIS­TÓ­RI­AS CHEI­AS DE MA­GIA

Correio da Manha - Sexta - - Êxito Teatro -

Mú­si­ca, dan­ça, te­a­tro e ví­deo. Tu­do jun­to com­põe o no­vo es­pe­tá­cu­lo de Fi­li­pe La Fé­ria no Te­a­tro Po­li­te­a­ma, em Lis­boa. O en­ce­na­dor diz que é “des­de miú­do, um gran­de apai­xo­na­do” pe­los con­tos de Hans Ch­ris­ti­an An­der­sen e lem­bra que ‘A Rai­nha da Ne­ve’ é uma das his­tó­ri­as mais po­pu­la­res des­te es­cri­tor di­na­marquês. “As his­tó­ri­as do Hans Ch­ris­ti­an An­der­sen es­tão chei­as de ma­gia e têm uma ca­pa­ci­da­de in­fi­ni­ta de en­can­tar, mas são mui­to mais do que is­so”, su­bli­nha La Fé­ria. “Têm men­sa­gens mui­to for­tes e as­sen­tam em va­lo­res fun­da­men­tais. Na ‘Rai­nha da Ne­ve’ en­con­tra­mos a de­fe­sa da fa­mí­lia e a im­por­tân­cia da so­li­da­ri­e­da­de. É uma fá­bu­la que en­cer­ra a apo­lo­gia da fa­mí­lia e do amor ver­da­dei­ro.”

Co­mo cos­tu­ma acon­te­cer com to­das as pro­du­ções que es­trei­am por es­ta al­tu­ra, ‘A Rai­nha da Ne­ve’ des­ti­na-se a to­das as fai­xas etá­ri­as, e pre­pa­ra-se pa­ra es­tar em ce­na mui­to pa­ra além do Na­tal. “Te­mos ti­do as ca­sas sem­pre chei­as, fe­liz­men­te, e ten­ci­o­no le­var es­te es­pe­tá­cu­lo tão lon­ge quan­to pos­sí­vel.

Nor­mal­men­te, fa­ze­mos as fé­ri­as da Pás­coa e che­ga­mos qua­se ao ve­rão”, diz o en­ce­na­dor, que ex­pli­ca o su­ces­so com as “mon­ta­gens so­fis­ti­ca­das” (es­ta até in­clui ne­ve a cair so­bre o pal­co) e o uso das tec­no­lo­gi­as pa­ra “sur­pre­en­der os no­vos e os me­nos no­vos”.

Em pal­co, es­tão os ato­res que cos­tu­mam tra­ba­lhar com Fi­li­pe La Fé­ria e pa­ra os quais o en­ce­na­dor não en­con­tra pa­la­vras pa­ra elo­gi­ar. “São uns ver­da­dei­ros he­róis, por­que es­tão a fa­zer, ao mes­mo tem­po a ‘Se­ve­ra’ e mui­tas ve­zes fa­zem três ses­sões des­te es­pe­tá­cu­lo por dia. Só te­nho mui­to a agra­de­cer-lhes”, con­clui.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.