Gran­de mistério até a más­ca­ra cair

`A MÁS­CA­RA' É A NO­VA APOS­TA DA SIC PA­RA OS SE­RÕES DE DO­MIN­GO E CON­TA COM A CON­DU­ÇÃO DE JOÃO MAN­ZAR­RA. CA­RO­LI­NA LOU­REI­RO, CÉ­SAR MOURÃO, JOR­GE COR­RU­LA E SÓ­NIA TA­VA­RES SÃO OS IN­VES­TI­GA­DO­RES

Correio da Manha - Sexta - - Mercado -

De­pois do su­ces­so de ‘A Árvore dos De­se­jos’, João Man­zar­ra, de 34 anos, vol­ta a ser a gran­de apos­ta de Da­ni­el Oliveira, di­re­tor de pro­gra­mas da SIC, pa­ra mais um for­ma­to de fim de se­ma­na. O apre­sen­ta­dor foi o elei­to pa­ra es­tar à fren­te de ‘A Más­ca­ra’ , um su­ces­so in­ter­na­ci­o­nal que tem ape­nas um ob­je­ti­vo: des­co­brir quem são as fi­gu­ras pú­bli­cas que can­tam, ga­la após ga­la, por bai­xo de gran­des dis­far­ces. Pa­ra es­sa aná­li­se por­me­no­ri­za­da, o an­fi­trião con­ta com a aju­da de qua­tro in­ves­ti­ga­do­res. Ca­ro­li­na Lou­rei­ro, Cé­sar Mourão, Jor­ge Cor­ru­la e Só­nia Ta­va­res, a vo­ca­lis­ta da ban­da The Gift.

A iden­ti­da­de dos con­cor­ren­tes es­tá guar­da­da a se­te cha­ves. Man­zar­ra ex­pli­ca co­mo fun­ci­o­na to­da a lo­gís­ti­ca nos bas­ti­do­res dos es­tú­di­os da Va­len­tim de Carvalho pa­ra que o apre­sen­ta­dor e os in­ves­ti­ga­do­res não se cru­zem com os “mas­ca­ra­dos”:

“Is­to é in­crí­vel. Há mui­to pou­cas pes­so­as no Mun­do que sa­bem quem es­tá por de­trás das más­ca­ras. Eu pró­prio não sei quem são! Há uma zo­na re­ser­va­da on­de só cin­co ou seis pes­so­as têm aces­so. Os con­cor­ren­tes es­tão to­dos em ca­ma­rins in­di­vi­du­ais e têm uma se­gun­da más­ca­ra, mais con­for­tá­vel pa­ra an­da­rem por aí. Só me cru­zei com eles uma vez e de­vo di­zer que é um bo­ca­di­nho as­sus­ta­dor”, diz, en­tre ri­sos.

Os in­ves­ti­ga­do­res di­zem to­dos o mes­mo: só que­rem que che­gue o pró­xi­mo pro­gra­ma pa­ra con­ti­nu­ar a des­co­di­fi­car quem po­de­rão ser os 12 fa­mo­sos que se es­con­dem atrás da más­ca­ra.

SEM MEDOS DA CONCORRÊNC­IA

Ape­sar de ser a gran­de apos­ta pa­ra a liderança de do­min­go à noi­te, João Man­zar­ra con­fes­sa que não sen­te o pe­so da res­pon­sa­bi­li­da­de: “Sem­pre fiz pro­gra­mas ao fim de se­ma­na, ge­ral­men­te ao do­min­go. Sin­to um en­tu­si­as­mo di­fe­ren­te por­que ele re­al­men­te exis­te na SIC, mas não sin­to mai­or ou me­nor pres­são. Acho que es­te pro­gra­ma tem in­gre­di­en­tes es­pe­ta­cu­la­res.”

Mes­mo sem sa­ber quem se­rá o seu ri­val di­re­to nes­tes se­rões, o apre­sen­ta­dor des­va­lo­ri­za: “Não tem a ver co­mi­go pôr mui­to pe­so em qual­quer coi­sa que fa­ça. Não gos­to de ter uma pos­tu­ra ar­ro­gan­te, mas não ve­jo a concorrênc­ia.”

MAN­ZAR­RA AFIR­MA QUE NÃO VÊ A CONCORRÊNC­IA

O apre­sen­ta­dor diz que já des­con­fia de al­gu­mas iden­ti­da­des dos con­cor­ren­tes

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.