LJU­BO­MIR STA­NI­SIC In­ven­cí­vel

NIN­GUÉM DERRUBA O PO­LÉ­MI­CO CHEF. À FREN­TE DE `PE­SA­DE­LO NA CO­ZI­NHA', VEN­CE QUAL­QUER AD­VER­SÁ­RIO E TOR­NOU-SE NA GA­LI­NHA DOS OVOS DE OU­RO DA TVI

Correio da Manha - Sexta - - Primeira Página - POR CA­RO­LI­NA CU­NHA

Bas­ta­ram pou­cas se­ma­nas pa­ra Lju­bo­mir Sta­ni­sic, o chef mais po­lé­mi­co da te­le­vi­são nacional, se tor­nar no trun­fo de mai­or su­ces­so da TVI. O re­gres­so de ‘Pe­sa­de­lo na Co­zi­nha’, o pro­gra­ma emi­ti­do ao se­rão de do­min­go, con­ti­nua a ser o pre­fe­ri­do dos por­tu­gue­ses que se­guem ao por­me­nor as aven­tu­ras do chef mais me­diá­ti­co da co­zi­nha por­tu­gue­sa na ter­cei­ra tem­po­ra­da do pro­gra­ma.

De­pois de des­tro­nar ‘Ca­sa­dos à Pri­mei­ra Vis­ta’, Lju­bo­mir já faz fren­te ao no­vo pro­gra­ma da SIC, ‘A Más­ca­ra’. No úl­ti­mo do­min­go, o po­lé­mi­co co­zi­nhei­ro vol­tou a le­var a me­lhor e con­quis­tou mais 200 mil te­les­pec­ta­do­res do que a es­ta­ção de Pa­ço de Ar­cos, que não vê as au­di­ên­ci­as cor­res­pon­de­ram às ex­pec­ta­ti­vas.

O trun­fo do su­ces­so pa­re­ce ca­da vez mais va­li­o­so e Lju­bo tor­nou-se na “ga­li­nha dos ovos de ou­ro” da TVI que, ape­sar de pas­sar um pe­río­do con­tur­ba­do na res­tru­tu­ra­ção da gre­lha do ca­nal, vê Lju­bo­mir co­mo um ba­lão de oxi­gé­nio.

A guer­ra pe­las au­di­ên­ci­as de do­min­go à noi­te con­ti­nua ace­sa com as di­re­ções da SIC e da TVI a usa­rem to­das as ar­mas pa­ra ven­cer. No en­tan­to, a ver­da­de é que des­de o re­gres­so o po­lé­mi­co chef ju­gos­la­vo tem con­quis­ta­do os te­les­pec­ta­do­res e ape­nas per­deu em du­as oca­siões: uma pa­ra Man­zar­ra, na noi­te de

Ano No­vo, no pro­gra­ma de es­treia de ‘A Más­ca­ra’, e a ou­tra pa­ra Di­a­na Cha­ves com ‘Ca­sa­dos à Pri­mei­ra Vis­ta’.

O IN­TE­RES­SE DA CON­COR­RÊN­CIA

Sem­pre que apa­re­ceu em an­te­na, Lju­bo­mir ar­ra­sou a con­cor­rên­cia e vol­tou a fa­zer o mes­mo com es­te re­gres­so. Com a sua ir

LJU­BO­MIR SOMA CONQUISTAS NA TVI

re­ve­rên­cia e ex­cen­tri­ci­da­de, tor­nou-se num peão fun­da­men­tal na re­cu­pe­ra­ção da TVI que tu­do tem fei­to pa­ra as­se­gu­rar a per­ma­nên­cia do chef na es­ta­ção e im­pe­dir que acei­te as pos­sí­veis pro­pos­tas de Da­ni­el Oli­vei­ra, que nun­ca es­con­deu o in­te­res­se de le­var o co­zi­nhei­ro pa­ra a SIC.

Ape­sar dos ru­mo­res que dão con­ta do in­te­res­se do di­re­tor de Pro­gra­mas da SIC em le­var o ju­gos­la­vo pa­ra Pa­ço de Ar­cos, Sta­ni­sic já fez sa­ber que tem si­do bem tra­ta­do em Queluz, uma vez que o ca­nal cum­priu to­das e exi­gên­ci­as im­pos­tas pe­lo co­zi­nhei­ro no que ao seu ca­chet diz res­pei­to. Com a no­va tem­po­ra­da, Lju­bo­mir ar­re­ca­da 30 mil eu­ros e ain­da uma ca­sa no­va com pis­ci­na fo­ra da zo­na de Lisboa.

No pró­xi­mo epi­só­dio, Lju­bo­mir vai até à Fi­guei­ra da Foz pa­ra ava­li­ar o Res­tau­ran­te do Cai­pi­ri­nha, pro­pri­e­da­de de João há 4 anos. O pro­pri­e­tá­rio, que é tam­bém co­zi­nhei­ro, veio do Brasil com a fa­mí­lia e de­ci­diu abrir um ne­gó­cio por con­ta pró­pria, que não es­tá a cor­rer co­mo es­pe­ra­do. A seu la­do tem a mu­lher, Ro­sa, que é aju­dan­te de co­zi­nha, e o fi­lho, Wes­ley, res­pon­sá­vel pe­las pi­zas. Os pro­ble­mas não se es­go­tam na emen­ta ex­ten­sís­si­ma, com 74 pra­tos. O chef não fi­ca im­pres­si­o­na­do com o que pro­va e per­ce­be que a sa­la e a co­zi­nha não se en­ten­dem. Mais um de­sa­fio pa­ra o ju­gos­la­vo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.