Um à pro­va de ner­vos

NO­ME­A­DO PA­RA DEZ ÓSCARES, IN­CLUIN­DO ME­LHOR FIL­ME E RE­A­LI­ZA­DOR, `1917' É UMA LU­TA PE­LA SO­BRE­VI­VÊN­CIA QUE SIMULA AÇÃO EM TEM­PO RE­AL

Correio da Manha - Sexta - - Êxito Cinema -

Oci­ne­ma de gu­er­ra é um gé­ne­ro no­bre que per­mi­te ar­ti­cu­lar dra­ma hu­ma­no com sequên­ci­as de ação es­pe­ta­cu­la­res. Os re­qui­si­tos vol­tam a ve­ri­fi­car-se em ‘1917’, já em exi­bi­ção, mas com uma as­som­bro­sa par­ti­cu­la­ri­da­de: o re­a­li­za­dor Sam Men­des de­ci­diu cri­ar uma ação em tem­po re­al, si­mu­lan­do, atra­vés de vá­ri­os ar­ti­fí­ci­os nar­ra­ti­vos e téc­ni­cos, um úni­co pla­no-sequên­cia. Al­go que con­fe­re vi­va­ci­da­de ao re­sul­ta­do fi­nal e obri­gou a en­sai­os exaus­ti­vos pa­ra que tu­do fi­cas­se no sí­tio cer­to, no mo­men­to cer­to. Um ver­da­dei­ro tra­ba­lho de ar­te­são e de en­ge­nhei­ro de emo­ções, que va­le to­dos os elo­gi­os e tor­na o fil­me nu­ma pro­pos­ta úni­ca.

Dois jo­vens sol­da­dos bri­tâ­ni­cos são re­qui­si­ta­dos pa­ra, em plena I Gu­er­ra Mun­di­al, cru­za­rem ter­ri­tó­rio ini­mi­go e le­va­rem uma men­sa­gem ur­gen­te, que pre­ten­de tra­var um ata­que e evi­tar mui­tas bai­xas.

A par­tir das me­mó­ri­as ve­rí­di­cas do avô, Sam Men­des cons­trói uma ad­mi­rá­vel lu­ta pe­la so­bre­vi­vên­cia, que es­tá no­me­a­da pa­ra dez Óscares (in­cluin­do me­lhor fil­me, re­a­li­za­dor e ar­gu­men­to ori­gi­nal).

SAM MEN­DES INS­PI­ROU-SE NA HIS­TÓ­RIA

DO AVÔ

De Sam Men­des. Com Ge­or­ge MacKay, De­an-Char­les Chap­man, Co­lin Firth e Be­ne­dict Cum­ber­bat­ch. Rei­no Uni­do e EUA/2019, 119 min.

Ge­or­ge MacKay é um dos dois sol­da­dos que tem de pas­sar por ter­ri­tó­rio ale­mão pa­ra le­var uma men­sa­gem ur­gen­te, que vi­sa sal­var vi­das, na I Gu­er­ra Mun­di­al

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.