Pau­lo Guer­ra “As pes­so­as de­vem man­ter-se ati­vas”

NO­TA­BI­LI­ZOU-SE NO COR­TA-MA­TO, MO­DA­LI­DA­DE NA QUAL FOI TETRACAMPE­ÃO EU­RO­PEU, MAS ATU­AL­MEN­TE É UM DOS TÉCNICOS DO PRO­GRA­MA NA­CI­O­NAL DA MAR­CHA E COR­RI­DA

Correio da Manha - Sexta - - Corpo E Mente -

Um dos úl­ti­mos dis­cí­pu­los de Moniz Pereira, Pau­lo Guer­ra man­tém a silhueta de atle­ta. Já su­pe­rou um can­cro da pe­le e re­cu­pe­rou de um aci­den­te de mo­to. Na­da que lhe fa­ça per­der a ale­gria de vi­ver.

Vi­veu do atle­tis­mo e vi­ve pa­ra o atle­tis­mo. “As pes­so­as de­vem man­ter-se ati­vas, pro­cu­ran­do fa­zer ati­vi­da­de fí­si­ca com frequên­cia. Os pri­mei­ros di­as não são fá­ceis pa­ra quem se es­tá a ini­ci­ar no des­por­to. Por is­so, o me­lhor que têm a fa­zer é ins­cre­ve­rem-se no Pro­gra­ma Na­ci­o­nal de Mar­cha e Cor­ri­da”, co­me­çou por re­fe­rir um dos me­lho­res atle­tas por­tu­gue­ses de sem­pre, ex­pli­can­do: “Quan­do exis­te com­pro­mis­so é sem­pre mais fá­cil sair de ca­sa pa­ra ir fa­zer des­por­to. Cri­am-se re­la­ções en­tre as pes­so­as e to­dos beneficiam dis­so.”

VI­DA MAIS SAU­DÁ­VEL

“O atle­tis­mo é das pou­cas mo­da­li­da­des que unem as pes­so­as. As­sim, se es­ti­ve­rem ins­cri­tas nes­tes cen­tros, que es­tão es­pa­lha­dos por to­do o País, po­dem ter um acom­pa­nha­men­to de pro­fis­si­o­nal. Não só no que res­pei­ta aos trei­nos, ade­qua­dos pa­ra to­das as ida­des e graus de ati­vi­da­de fí­si­ca, co­mo tam­bém re­ce­bem con­se­lhos so­bre a ali­men­ta­ção. Aliás, quem faz exer­cí­cio com re­gu­la­ri­da­de aca­ba sem­pre por al­te­rar os há­bi­tos ali­men­ta­res pa­ra me­lhor”, pros­se­guiu o tam­bém atle­ta olím­pi­co em Atlan­ta’96.

O em­bai­xa­dor da lu­ta con­tra o can­cro da pe­le re­co­men­da tam­bém equi­pa­men­tos a co­brir a pe­le e, aci­ma de tu­do, pro­te­tor so­lar. De­ve-se tam­bém evi­tar fa­zer ati­vi­da­de fí­si­ca nas ho­ras de mai­or ca­lor.

Pro­cu­re o cen­tro de trei­nos do pro­gra­ma na­ci­o­nal de mar­cha e cor­ri­da mais per­to de si e ini­cie uma vi­da mais sau­dá­vel com um acom­pa­nha­men­to pro­fis­si­o­nal nas vá­ri­as áre­as: ati­vi­da­de fí­si­ca e ali­men­ta­ção. Além dis­so, be­ne­fi­cie dos con­se­lhos dos trei­na­do­res, to­dos com ex­pe­ri­ên­cia com­pro­va­da. Bons trei­nos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.