União sem TRA­DI­ÇÃO

O ac­tor não dá gran­de im­por­tân­cia aos cos­tu­mes da quadra, sen­do que pa­ra si a úni­ca coi­sa fun­da­men­tal é es­tar com os fi­lhos e a fa­mí­lia. Pa­ra 2019 o ac­tor de Al­ma e Co­ra­ção es­pe­ra ter sor­te e saú­de

TV Guia - - ESTRELAS - TEX­TO JO­A­NA BIGNOUX I FOTOS RI­CAR­DO RUELLA E D.R.

Pa­ra Afon­so Pi­men­tel, de 36 anos, o Na­tal é das cri­an­ças e tra­ta-se ape­nas uma boa des­cul­pa pa­ra reu­nir a sua fa­mí­lia à vol­ta da me­sa. A ár­vo­re de Na­tal já foi fei­ta em ca­sa do tam­bém re­a­li­za­dor por­tu­guês, ain­da no mês de No­vem­bro, e es­te con­tou com a aju­da dos fi­lhos, Noa de 6 anos e Ala­na de 3. Os dois já fi­ze­ram os seus pe­di­dos, mas os pais fa­zem ques­tão que es­tes per­ce­bam que es­ta não é a par­te mais im­por­tan­te da épo­ca. “O Na­tal são os meus fi­lhos a re­vi­ra­rem a ca­sa to­da, eles já es­tão nu­ma ida­de mui­ta boa em que per­ce­bem e ado­ram a épo­ca, es­tão en­tu­si­as­ma­dos e co­me­çam a ga­nhar aque­la no­ção de que o Na­tal é só uma des­cul­pa pa­ra a fa­mí­lia se jun­tar to­da e ob­vi­a­men­te que eles que­rem e fa­lam nos pre­sen­tes, mas per­ce­bem que o Na­tal é mais do que is­so”, ex­pli­cou Afon­so

Pi­men­tel à TV Guia. O ac­tor, que po­de­mos ver na no­ve­la Al­ma e Co­ra­ção, no pa­pel de An­dré, mos­tra-se pou­co li­ga­do a tra­di­ções e re­fe­re que já tra­ba­lhou no dia de Na­tal, já foi sair com ami­gos, e que tam­bém já fi­cou em ca­sa. Pa­ra Pi­men­tel o mais im­por­tan­te é es­tar reu­ni­do com as pes­so­as de que mais gos­ta, in­de­pen­den­te­men­te do lo­cal. “Já tra­ba­lhei, já saí à noi­te, já fi­quei em ca­sa, acho que já fiz de tu­do. Acho que a tra­di­ção é apro­vei­tar a des­cul­pa pa­ra es­tar com a fa­mí­lia e aque­les que ama­mos”, acres­cen­ta.

O ac­tor, que des­de há cin­co anos re­ti­rou to­tal­men­te a car­ne da sua di­e­ta ali­men­tar, su­bli­nha que o ba­ca­lhau nun­ca po­de fal­tar na me­sa na vés­pe­ra de Na­tal e que ape­sar de já não se co­mer o ca­bri­to no dia 25, co­mo era há­bi­to na sua ca­sa, es­te subs­ti­tui-se fa­cil­men­te por ou­tras coi­sas. Afon­so ad­mi­te ain­da que a úni­ca coi­sa que sa­be co­zi­nhar, e na qual é óp­ti­mo, é a cha­ma­da “Rou­pa Ve­lha”, na qual bas­ta jun­tar as ba­ta­tas, ba­ca­lhau e cou­ves que so­bra­ram da noi­te de Con­so­a­da. Com o que o ac­tor se per­de é com as so­bre­me­sas, co­mo as fa­mo­sas ra­ba­na­das, ba­ba de ca­me­lo e mous­se de cho­co­la­te.

Há quem não acre­di­te nos de­se­jos de Ano No­vo e por is­so não os pe­ça, mas po­de­mos sem­pre es­pe­rar que o no­vo ano nos tra­ga coi­sas bo­as, co­mo é o ca­so de Afon­so que fi­na­li­za di­zen­do ape­nas que­rer que em 2019 “cor­ra tu­do bem”. “O que eu mais que­ro é que eu e as pes­so­as que me são pró­xi­mas te­nham saú­de, que­ro ter con­ti­nu­a­ção no meu tra­ba­lho e so­bre­tu­do ter a sor­te que te­nho ti­do. Tem si­do em gran­de par­te mui­to boa ges­tão, mas tam­bém mui­ta sor­te, poder tra­ba­lhar e poder es­tar tão presente na vi­da dos meus. É mui­to bom”. ●

Afon­so Pi­men­tal tem 36 anos e é ac­tor há 21. Há 12 anos es­tre­ou-se na re­a­li­za­ção e é pai de du­as cri­an­ças, Noa, de 6 anos, e Ala­na, de 3.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.