PEPETELA E ONDJAKI ABREM FES­TI­VAL LITERÁRIO DA MA­DEI­RA

A sé­ti­ma edi­ção do Fes­ti­val Literário da Ma­dei­ra (re­gião au­tó­no­ma de Portugal), abriu a 15 de Mar­ço com os an­go­la­nos Pepetela (Pré­mio Ca­mões em 1997), e Ondjaki (Pré­mio Jo­sé Sa­ra­ma­go), que, com o jor­na­lis­ta Fernando Alves, con­ver­sam a par­tir de uma ci­ta­çã

Folha 8 - - CULTURA -

Os dois es­cri­to­res vol­ta­ram a en­con­trar­se no se­gun­do dia do cer­ta­me, des­ta vez com o jor­na­lis­ta João Céu e Sil­va, para dis­cu­ti­rem a par­tir da ‘má­xi­ma’ do in­glês John Mil­ton, o au­tor de “Pa­raí­so Per­di­do”: “A so­li­dão é por ve­zes a me­lhor so­ci­e­da­de”. Se­gun­do a no­ta de im­pren­sa da or­ga­ni­za­ção, a es­cri­to­ra bi­e­lor­rus­sa Sve­tla­na Ale­xi­e­vi­ch, No­bel da Literatura 2015, já não par­ti­ci­pa­rá no Fes­ti­val Lit- erá­rio da Ma­dei­ra, re­gião on­de não con­se­guiu che­gar, de­vi­do às con­di­ções at­mos­fé­ri­cas no ae­ro­por­to. A es­cri­to­ra ten­ta­va che­gar à Re­gião, mas os ven­tos for­tes im­pe­di­ram sem­pre a ater­ra­gem do avião em que se­guia, aca­ban­do por re­gres­sar a Lis­boa, on­de fez es­ca­la, an­tes de par­tir. Or­ga­ni­za­do pe­la Even­tos Cul­tu­rais do Atlân­ti­co, o Fes­ti­val Literário da Ma­dei­ra é es­te ano de­di­ca­do ao te­ma “Literatura e a Web - en­tre o me­do e a li­ber­da­de”, ten­do co­mo pal­co o Te­a­tro Mu­ni­ci­pal Bal­ta­zar Di­as, no Fun­chal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.