SIPAIO UMA VEZ, SIPAIO SEM­PRE

Folha 8 - - DESTAQUE -

Cer­ta­men­te por vi­ve­rem exi­la­dos em An­go­la, os par­ti­dos da opo­si­ção an­go­la­na re­a­gi­ram com in­dig­na­ção às de­cla­ra­ções de um des­ta­ca­do mem­bro do par­ti­do no po­der desde 1975, o MPLA, de que An­go­la é um país de­mo­crá­ti­co. Se o pes­so­al da opo­si­ção vi­ves­se mes­mo em An­go­la e ti­ves­se di­rei­to às mes­mas mor­do­mi­as e be­nes­ses que só o po­der ab­so­lu­to per­mi­te, cer­ta­men­te que es­ta­ria de acor­do com o que o se­cre­tá­rio do Bu­re­au Po­lí­ti­co do MPLA pa­ra as ques­tões elei­to­rais, co­mo se fos­se um sim­ples sipaio Jú Mar­tins, diz. Co­mo bom mi­li­tan­te do MPLA, Ju “que não é Sipaio” Mar­tins dis­se nu­ma en­tre­vis­ta à rá­dio es­ta­tal an­go­la­na (ou se­ja, à voz do do­no) o que lhe man­dam di­zer, úni­ca for­ma que eles co­nhe­cem pa­ra man­ter pri­vi­lé­gi­os que são ne­ga­dos à mai­o­ria doa an­go­la­nos. Não ad­mi­ra, por is­so, que ele te­nha di­to que An­go­la “é sim um país li­vre e de­mo­crá­ti­co on­de to­dos se po­dem ma­ni­fes­tar”. E o que ele diz é, aliás, a mais pu­ra das ver­da­des. “To­dos se po­dem ma­ni­fes­tar”. Só fal­ta sa­ber quem são es­ses “to­dos”. E se con­cluir­mos que es­ses “to­dos” são to­dos os que são do MPLA, en­tão Ju “que não é Sipaio” Mar­tins tem ra­zão. “A nos­sa so­ci­e­da­de é de­mo­crá­ti­ca, as pes­so­as po­dem ma­ni­fes­tar-se à von­ta­de desde que cum­pram a Cons­ti­tui­ção e as leis vi­gen­tes”, dis­se Ju “Sipaio” Mar­tins. Se­gun­do ele, a Cons­ti­tui­ção é cla­ra e inequí­vo­ca ao di­zer que to­dos po­dem ma­ni­fes­tar-se… a fa­vor do MPLA. “Se 100, 200, 500 ou 20.000 pes­so­as se ma­ni­fes­tam con­tra o po­der ins­ti­tuí­do mas seis mi­lhões ou cin­co mi­lhões acham que es­se po­der de­ve con­ti­nu­ar a exer­cer fun­ções e a im­ple­men­tar o seu pro­gra­ma claro que as ins­ti­tui­ções não se de­vem aba­lar com is­so”, afir­mou. Ora aí es­tá. Se meia dú­zia de an­go­la­nos di­zem que o MPLA ga­nhou no­va­men­te as elei­ções gra­ças à fraude, a mai­o­ria só tem que – pro­va­vel­men­te de acor­do com a Cons­ti­tui­ção – man­dá-los pa­ra a ca­deia… ali­men­tar dos ja­ca­rés.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.