A INDRA, AGO­RA E SEM­PRE AO SER­VI­ÇO DA PÁ­TRIA!

Folha 8 - - QUENTE -

FINDRA Em 2012, An­go­la te­ria con­tra­ta­do a Indra (ao que pa­re­ce por mais de 250 mi­lhões de dó­la­res) pa­ra for­ne­cer os ma­te­ri­ais e ins­ta­lar um sis­te­ma de trans­mis­são tec­no­ló­gi­ca de re­gis­to de vo­tos nas elei­ções le­gis­la­ti­vas de An­go­la des­se ano. Nes­sa al­tu­ra, o lí­der da opo­si­ção Isaías Sa­ma­ku­va, afir­mou pu­bli­ca­men­te: “Nós não te­mos ne­nhu­ma dú­vi­da de que a Indra veio a An­go­la pa­ra sa­tis­fa­zer os in­te­res­ses pes­so­ais do pre­si­den­te Jo­sé Edu­ar­do Dos San­tos e não os do nos­so país”. A Indra já ti­nha si­do acu­sa­da de co­la­bo­rar com o pre­si­den­te dos San­tos na ma­ni­pu­la­ção das elei­ções an­te­ri­o­res do país em 2008 e ca­be-nos aqui re­lem­brar que lo­go a se­guir às elei­ções des­se ano (2008), o Fo­lha 8 pu­bli­cou um ar­ti­go cu­ja fon­te era um al­to dig­ni­tá­rio do Es­ta­do que se di­ri­gia por es­cri­to a um seu ex-co­le­ga do go­ver­no (en­tão no ci­vil e já fa­le­ci­do), com o in­tui­to de lhe explicar a ra­zão de ser de tão sur­pre­en­den­te per­cen­ta­gem de vo­tos con­ta­dos em fa­vor do par­ti­do MPLA (mais de 82% dos vo­tos). Tal ar­ti­go, pu­bli­ca­do pos­te­ri­or­men­te vá­ri­as ve­zes no Foh­la8, nun­ca foi des­men­ti­do, nun­ca nin­guém fez qual­quer rec­ti­fi­ca­ção a seu res­pei­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.