FRAN­ÇA E ALE­MA­NHA

APOI­AM COLECÇÕES ANTROPOLÓGICAS

Jornal Cultura - - Primeira Página -

O em­bai­xa­dor da Fran­ça em An­go­la, Syl­vain It­té dis­se em Lu­an­da no pas­sa­do dia 1 de Ju­nho, que um fun­do Fran­coA­le­mão vai do­ar mais de 40 mil euros pa­ra aju­dar pro­te­ger e res­tau­rar o pa­tri­mó­nio cul­tu­ral an­go­la­no, um projecto em par­ce­ria com o mi­nis­té­rio da Cul­tu­ra de An­go­la.

“A par­te inan­cei­ra pa­ra am­bas as em­bai­xa­das é de pou­co mais de 40 mil euros”, dis­se o em­bai­xa­dor fran­cês em An­go­la que su­bli­nhou igual­men­te o va­lor do tem­po, es­pe­ci­al­men­te aque­le que se­rá des­pen­di­do pe­los pe­ri­tos en­vol­vi­dos no projecto.”

Ao la­do do em­bai­xa­dor Ale­mão em An­go­la, Rai­ner Mul­ler e da Se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Cul­tu­ra, Ma­ria de Jesus, o em­bai­xa­dor Syl­vain It­té fa­la­va em con­fe­rên­cia de imprensa, du­ran­te a apre­sen­ta­ção o ici­al da ini­ci­a­ti­va.

A ini­ci­a­ti­va abar­ca uma sé­rie de ac­ções de co­o­pe­ra­ção pa­ra di­vul­gar o pa­tri­mó­nio na­ci­o­nal an­go­la­no de cul­tu­ra.

A via é a va­lo­ri­za­ção das colecções do mu­seu na­ci­o­nal de an­tro­po­lo­gia, re­cor­ren­do ao Fun­do Cul­tu­ral Fran­co-Ale­mão e empresas co­mo a Air Fran­ce e Kro­nes An­go­la. O es­for­ço en­qua­dra-se no Ano Eu­ro­peu e é co­or­de­na­do pe­la Co­mis­são Eu­ro­peia.

A se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Cul­tu­ra de An­go­la Ma­ria de Jesus dis­se que os ob­jec­ti­vos des­te projecto são de aper­fei­ço­ar a con­cep­ção das ex­po­si­ções, dar mai­or vi­si­bi­li­da­de e aces­si­bi­li­da­de ao mu­seu, as­sim co­mo res­tau­rar e pre­ser­var a co­lec­ção, abran­gen­do mais de 6000 mil pe­ças com um al­tís­si­mo va­lor histórico do país.

A Ale­ma­nha que se junta à ini­ci­a­ti­va acre­di­ta no va­lor ima­te­ri­al do pa­tri­mó- nio cul­tu­ral. “A bí­blia diz não só de pão vi­ve o ho­mem e acho que is­to tem mui­ta sa­be­do­ria”, dis­se o em­bai­xa­dor Ale­mão em An­go­la, Rai­ner Mul­ler, re­al­çan­do que am­bos os paí­ses os re­co­nhe­cem a im­por­tân­cia do pa­tri­mó­nio et­no­ló­gi­co de An­go­la.

“Por­que pa­ra sa­ber quem nós somos te­mos de sa­ber do nos­so pas­sa­do e da nos­sa his­tó­ria. E nes­te sen­ti­do, es­te projecto tem um gran­de va­lor”, acres­cen­tou o em­bai­xa­dor ale­mão.

AC­ÇÕES CON­CRE­TAS

Com o en­vol­vi­men­to de pe­ri­tos ale­mães do Mu­seu de Ber­lim, o projecto já ar­ran­cou com um Workshop no Mu­seu de An­tro­po­lo­gia com o te­ma: “Me­di­a­ções nos Mu­seus – No­vas Abor­da­gens às Colecções”, com o in­tui­to de que a con­cep­ção das ex­po­si­ções dos mu­seus se­ja apro­fun­da­da, so­bre­tu­do em ter­mos de pe­da­go­gia.

Se­gun­do lista de ac­ções, se­rão ela­bo­ra­das ichas pe­da­gó­gi­cas pa­ra os vi­si­tan­tes com fo­co especial na ju­ven­tu­de.

Pa­ro ou­tro la­do, pe­ri­tos fran­ce­ses da Or­ga­ni­za­ção “Pa­tri­moi­ne Sans Fron­tiè­res” irão pro­ce­der à di­gi­ta­li­za­ção de mais de 100 pe­ças das colecções oriun­das de to­dos os gru­pos et­no-lin­guís­ti­cos an­go­la­nos.

As equi­pas do Mu­seu re­ce­be­rão uma for­ma­ção pa­ra que es­te ti­po de ac­ção pos­sa ser de­sen­vol­vi­do in­ter­na­men­te no fu­tu­ro. Tam­bém se­rá criado um Web­si­te e uma fan­pa­ge no Fa­ce­bo­ok que, além de po­ten­ci­a­li­zar a vi­si­bi­li­da­de do Mu­seu, per­mi­ti­rão con­sul­tar uma par­te do acer­vo online.

Além das ac­ções re­fe­ri­das, en­tre Maio e Ou­tu­bro de 2018 se­rá or­ga­ni­za­da uma sé­rie de even­tos cul­tu­rais co­mo con­fe­rên­ci­as, de­ba­tes, mos­tras e con­cer­tos.

Ao fim, pre­ten­de- se for­ta­le­cer o Mu­seu Na­ci­o­nal de An­tro­po­lo­gia co­mo es­pa­ço fun­da­men­tal de trans­mis­são e de va­lo­ri­za­ção do pa­tri­mó­nio cul­tu­ral an­go­la­no, ponto de in­ter­câm­bio e de diá­lo­go en­tre alu­nos, es­tu­dan­tes, his­to­ri­a­do­res e ci­en­tis­tas, e ponto de re­fe­rên­cia tam­bém pa­ra os tu­ris­tas na­ci­o­nais e es­tran­gei­ros.

Em­bai­xa­dor fran­cês, se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Cul­tu­ra e o am­bai­xa­dor ale­mão

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.